Posts Tagged ‘wii’

Sony, Microsoft e Nintendo: um raio-x da ‘briga’ dos videogames

Preparamos um panorama geral das vendas mundiais de consoles

playstation

 

Até novembro de 2012 o PlayStation 2 detinha o título de console mais vendido da história. A segunda versão do videogame, lançada em 2000 (seis anos após o primeiro modelo chegar ao mundo), vendeu 153,6 milhões de unidades durante estes anos, mas isto não foi suficiente para manter distância do Nintendo DS longe, já que o portátil também vendeu 153,6 milhões de unidades, segundo dados da própria companhia.

Apesar do ligeiro deslize em relação à Nintendo, a Sony venceu a briga com a Microsoft – pelo menos por enquanto. O PlayStation 3, lançado em 2006, ultrapassou o rival Xbox 360 em janeiro deste ano. De acordo com dados da consultoria de mercado IDC, a Sony vendeu 77 milhões de unidades da terceira geração do seu console, um milhão de aparelhos a mais que o concorrente mais velho. Nesta batalha, no entanto, o Wii lidera com folga. O videogame da Nintendo contabilizou até setembro de 2012 97 milhões de unidade comercializadas.

No cenário de jogos, a companhia apresentou mais de 3,5 mil games para seu console e vendeu cerca de 595 milhões em sua história, de acordo com a companhia. A empresa ainda comercializou 15 milhões de unidades do PlayStation Move, o controle de movimento do PS3, criado como resposta ao Wii Remote, da Nintendo, e o Kinect, da Microsoft.

Juntas, Sony, Microsoft e Nintendo venderam cerca de 240 milhões aparelhos em setembro do ano passado, segundo a IDC. Apesar disso, o mercado de consoles não vai de vento em popa. O NPD Group revelou que a venda de videogames caiu 30% nos primeiros meses de 2012 em comparação ao mesmo período de 2011. Os jogos tiveram baixa de 22% de 2008 a 2011, devido à ascensão dos aplicativos de games.

Neste período, o mercado perdeu US$ 11,7 bilhões, mas espera recuperar espaço apesar do surgimento constante de plataformas com conteúdo conectado, como TVs inteligentes, que podem ser alternativas aos videogames tradicionais.

As produtoras se preparam para a nova geração de produtos e apostam nos desenvolvedores de jogos. O PlayStation 4, que deve ser anunciado nesta quarta-feira, 20, pode ser um dos responsáveis pelo renascimento dos consoles.

Cenário nacional

Os altos impostos no Brasil dificultam a entrada dos videogames no país. Ao comprar um console que não é fabricado por aqui, o consumidor paga de 60% a 70% do valor em impostos, segundo Glauco Rozner, diretor-geral do PlayStation no país. No caso do PS3, por exemplo, do R$ 1,4 mil cobrado oficialmente por ele, quase R$ 1 mil equivalem a tributos.

Com isso, o Xbox, único que possui produção nacional, é o mais popular no Brasil. A Microsoft transferiu para cá a produção de seu console e a estratégia tem dado certo. Um estudo conduzido pela consultoria GFK afirma que o videogame possui 65% de participação no mercado, domínio atrelado à queda do preço do aparelho, que passou de R$ 1,3 mil para R$ 800, uma redução de 40% no valor.

Em outubro de 2012, a Sony deu indícios de que traria sua produção do PlayStation para o Brasil, mas não divulgou previsões concretas. A companhia conseguiu junto à Superintendência da Zona Franca de Manaus a aprovação de um projeto que prevê investimentos de R$ 100 milhões no país.

A expectativa sobre a nacionalização do PS ronda o mercado há anos e a Sony atribui a demora à burocracia e à alta carga tributária. “Sempre estudamos formas de redução. Queremos viabilizar, mas isso demanda situações”, diz Rozner.

A Sony não é a única a reclamar das dificuldades impostas pelo governo brasileiro. De acordo com o diretor-geral da produtora de jogos Ubisoft, Bertrand Chaverot, o setor sofre mais com a tributação que com a pirataria.

Anúncios

FIFA 13: Tiago Leifert e Caio Ribeiro vão narrar e comentar o game

‘Minha narração é de gamer para gamer’, diz Leifert. Jogo de futebol ainda não tem data oficial de lançamento

Tiago Leifert e Caio Ribeiro
.
O game de futebol FIFA 13 já tem definido seu elenco brasileiro de tradução para o português. Tiago Leifert, apresentador do Globo Esporte, será o narrador das partidas, e Caio Ribeiro, comentarista, ficará fazendo o que sabe: comentando. O anúncio foi feito nesta terça-feira (19/06) durante o WB Game Summit, evento realizado pela Warner Bros. para apresentar seus principais lançamentos para os próximos meses.

A dupla de jornalistas esportivos disse que o trabalho de gravação das vozes foi concluído em maio deste ano e afirmam estar satisfeitos com o resultado. “Confio plenamente no trabalho da EA e acho que eles vão continuar com o bom desempenho. A cada ano eles melhoram o game, estão na frente da concorrência e acredito que isso será mantido”, declarou Leifert ao site do G1. “Não estou narrando uma partida de futebol, estou narrando uma partida em um jogo de videogame. Minha narração é de gamer para gamer”.

Além da dublagem para o português, a Warner também confirmou que dez times brasileiros já estão fechados para aparecer durante o FIFA 13 e outros oito ainda estão em negociação, mas não foram revelados.

O FIFA 13 terá mais de 500 times licencidados pela EA. O título terá cinco novas melhorias e uma versão exclusiva, lançada somente no Brasil. A narração para o Português BR já virá inclusa no CD do jogo, algo inédito no país. Além disso, esta é a primeira vez desde 2009 que a versão será dublada para o idioma.

O game será lançado para Xbox 360 com ou sem Kinect, Playstation 3 e terá suporte ao PlayStation Move, Nintendo Wii, 3DS, PSP, PS Vita, PCs, PlayStation 2, PSP, Nintendo 3DS, iPhone, iPad, iPoud touch e outras plataformas. Ainda não há data oficial para o lançamento.