Posts Tagged ‘serviços’

Notebooks novos e seminovos à venda, consulte disponibilidade.

Notebook HP 14-AC121-BR, Intel Core i7 6500U 2.5Ghz até 3.1Ghz, Memória 8GB, HD 1TB, Placa de vídeo Integrada com tecnologia Intel® HD Graphics 520, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet, Webcam, Windows 10, Pacote Office, Carregador HP, Bateria 6 células de longa duração, Aparelho Novo, sem caixa, carregador original, Windows 7, Pacote Office e possui 1 ano de garantia.
Preço: R$2.699,00*

.

Notebook Acer E5-571G 72V0, Intel Core i7 4510U 2.0Ghz até 3.1GHz, Memória 8GB, HD 1TB, Placa de vídeo dedicada GeForce 820 2GB, Tela LED 15.6”, Teclado numérico, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet, Webcam, Windows 10, Pacote Office, Carregador Acer, Bateria 6 células de longa duração, Equipamento Novo, 1 Ano de Garantia.
Preço: R$2.699,00*

.

Notebook HP 14N050BR, Intel Core i7 4500U 1.8Ghz até 3.0GHz, Memória 4GB, HD 1TB, Placa de vídeo dedicado AMD 8670M 2GB até 5GB, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Placa de som Integrada com DTS Sound+, Ethernet, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador HP, Bateria de longa duração, Aparelho Seminovo, carregador original e possui 6 meses de garantia.
Preço: R$2.499,00*

.

Notebook Ultrafino CCE Ultra Thin T745, Intel Core i7 3517U 1.9Ghz até 3.0GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics 4000 até 1720MB, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 8.1, Pacote Office, Bateria de longa duração, Aparelho seminovo sem avarias, amassados e danos, Acompanha carregador original CCE, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.399,00*

.

Notebook Dell Inspiron 15 P39F, Intel Core i5 5200U 2.7GHz, Memória 4GB, HD 1TB, Placa de vídeo dedicado AMD R7 2GB, Tela LED 15.6″ Resolução HD (1366 x 768), Teclado Numérico, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Dell, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$2.399,00*

.

HP Probook 440 G2, Intel Core i5 4210U 1.7Ghz até 2.7Ghz, 4GB memória, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics 4400, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador HP, Bateria 6 células de longa duração, Aparelho seminovo, carregador original e possui 6 meses de garantia.
Preço: R$1.599,00*

.

Notebook HP Pavilion 14-V061BR, Intel Core i5 4210U 1.7Ghz até 2.7GHz, memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel HD Graphics 4400, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador HP, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.599,00*

.

Notebook Asus X450L, Intel Core i5 4200U 1.6Ghz até 2.6GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Bateria de longa duração, Aparelho seminovo sem avarias, amassados e danos, Carregador Asus, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.499,00*

.

Notebook Lenovo G40-70, Intel Core i5 4200U 1.6Ghz até 2.6Ghz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Lenovo, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.599,00*

.

Notebook Dell Vostro 3360, Intel Core i5 3337U 1.7Ghz até 2.7GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 13.3″ Resolução HD (1366 x 768), Leitor de cartões, Leitor biométrico, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Dell, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.399,00*

.

Notebook Samsung NP300E4C, Intel Core i5 3210M 2.5Ghz até 3.1GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Samsung, Bateria 6 células de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço:R$1.499,00*

.

Notebook Lenovo Thinkpad Edge 420, Intel Core i5 2410M 2.3Ghz até 2.9GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo AMD Radeon HD 6630M com 1GB DDR3, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Lenovo, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.399,00*

.

Notebook SpaceBR, Intel Core i5 2410M 2.9GHz, Memória 8GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel HD Graphics 4000, Gravador de DVD, Leitor de cartões, Tela LED 14″, USB, VGA, HDMI, Wireless, Ethernet, Webcam, Equipamento Seminovo sem avarias, Carregador original, Bateria de longa duração, Windows 7, Pacote Office, 6 Meses de garantia.
Preço: R$1.199,00*

.

Notebook Dell Inspiron i14-3421-A10, Intel Core i3 3217U 1.8Ghz, Memória 4GB, HD 1TB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4400 de 1GB compartilhado, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Dell, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.299,00*

.

Notebook Dell Inspiron i14-2620, Intel Core i3 2375M 1.5GHz, Memória 4GB, HD 750GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Bateria de longa duração, Aparelho seminovo sem avarias, amassados e danos, Carregador Dell, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.199,00*

——————————

Notebook Acer Aspire E1 421, AMD E-300 APU 1.30Ghz, Memória 8GB, HD 500GB, Placa de vídeo AMD Radeon HD 6310 Graphics, Gravador de DVD, leitor de cartões, Tela LED 14″, USB, VGA, HDMI, Webcam, Windows 10, Pacote Office, Carregador original, Bateria durando cerca de 2h00min, Equipamento seminovo mas muito bem conservado, Garantia de 3 meses.
R$899,00 à vista.

.

Notebook Dell Inspiron 14R N4110, Intel Core i7 2640M 2.8Ghz até 3.5Ghz, 6GB memória, HD 640GB, Leitor de blu-ray disc, Gravador de DVD, Wirelles, Bluetooth, Placa de vídeo AMD Radeon HD 7400M Series, Placa de vídeo Intel HD Graphics 3000, Tela LED 14″, USB, VGA, Leitor de cartões, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador original, Bateria não segura muito tempo de carga, Garantia de 3 meses.
R$1.799,00 à vista.

——————————

Apple Macbook Air A1466, Tela LED de 13.3″, Intel Core i5 1.8Ghz com Turbo Boost 2.8Ghz, 4GB LPDDR3, SSD 128GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000 1536MB, Wifi, Bluetooth 4.0, Porta Thunderbolt (até 10 Gbps), Câmera FaceTime HD, HDMI, carregador original, Bateria 295 ciclos durando cerca de 6h00min, modelo de 2012, OS X El Capitan, Garantia de 6 meses.
R$3.499,00

.

(31)3622-3322
(31)98201-9641 Claro
(31)98839-0991 Oi e WhatsApp
http://www.facebook.com/statecnologia
http://www.santatecnologia.com

Anúncios

Começam a valer novos direitos do consumidor de serviços de telecomunicações

operadoras

As novas regras previstas no Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações, aprovado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), começam a valer.

A partir desta terça-feira (10), as empresas de telecomunicações devem disponibilizar um espaço em sua página na internet para que o consumidor possa acessar livremente dados como o contrato e o plano de serviço, os documentos de cobrança dos últimos seis meses, o histórico de demandas, o perfil de consumo e os registros de reclamações, inclusive com a opção de solicitação de gravação de seus pedidos.

Nessa área reservada na internet, o consumidor poderá ter ainda um relatório detalhado, com informações como o número chamado, com a área de registro, data e horário das comunicações. O volume diário de dados trafegados e os limites de franquias também devem ser informados, assim como o valor da chamada, da conexão de dados ou da mensagem enviada.

De acordo com o regulamento, que vale para empresas de telefonias fixa e móvel, internet e TVs por assinatura, as prestadoras também deverão disponibilizar na internet um mecanismo de comparação de planos de serviços e ofertas promocionais. Nesse caso, o cliente poderá ter acesso ao seu perfil de consumo, o que permitirá ao consumidor saber como utilizar os serviços de telecomunicações contratados, os planos e promoções oferecidos e escolher de forma consciente aquele que lhe parecer mais interessante.

A prestadora será obrigada a elaborar uma conta, de forma clara e uniforme, para que o consumidor possa compreender o que está sendo cobrado. O documento deve conter, por exemplo, a identificação do período que compreende a cobrança e o valor total de cada serviço e as facilidades cobradas, bem como de promoções e descontos, além da identificação de multas, juros e tributos.

Outra determinação que passa a valer é a obrigação de a prestadora gravar todas as ligações entre ela e o consumidor, independentemente de quem tenha feito a ligação. Caso o consumidor solicite uma cópia da gravação, a prestadora deve disponibilizá-la em, no máximo, dez dias. O pedido pode ser feito em qualquer um dos canais de atendimento da prestadora.

O regulamento foi aprovado no início do ano passado pela Anatel e estabelecia prazos para que cada determinação começasse a valer. Já estão em vigor, por exemplo, regras que garantem o cancelamento do serviço por telefone ou pela internet sem falar com um atendente, o retorno da ligação em caso de descontinuidade do atendimento, a validade mínima de 30 dias para créditos de celulares pré-pagos e a oferta de promoções iguais tanto para novos clientes quanto para clientes antigos.

Para a Proteste Associação de Consumidores, as novas regras devem facilitar a vida do consumidor com acesso à internet, se forem cumpridas pelas operadoras de telecomunicações. No entanto, a entidade alerta que o consumidor deve ficar atento para cobrar os novos direitos e denunciar se eles não forem respeitados, lembrando que as operadoras se mantêm como campeãs de queixas nas entidades de defesa do consumidor por má prestação de serviços.

Os detalhes sobre os direitos do consumidor previstos no regulmento estão no site da Anatel.

Fonte: info.abril.com.br

Delegacia Virtual: Um serviço do Sistema Integrado de Defesa Social de Minas Gerais

delegacia virtual

1. O que é a Delegacia Virtual?

A Delegacia Virtual é um serviço de solicitação de registros de ocorrência disponibilizado ao cidadão pela internet.

2. Quais são os tipos de ocorrências cujo registro pode ser solicitado pela Delegacia Virtual?

Atualmente é possível solicitar o registro de ocorrência para a natureza de Acidente de Trânsito Sem Vítima, Perda de Documentos e Objetos Pessoais, Pessoas Desaparecidas, Comunicação de Pessoa Desconhecida, Comunicação de Pessoa Localizada além de Danos Simples.

3. O que é preciso para solicitar um registro de ocorrência pela Delegacia Virtual?

Para solicitar um registro de ocorrência pela Delegacia Virtual é preciso, no mínimo, fornecer as seguintes informações do solicitante: Nome Completo, Documento de Identidade, Passaporte ou RNE, Data De Nascimento, Escolaridade, Sexo, Estado Civil, Nacionalidade, Endereço Completo, Telefone Celular e E-mail. Os demais dados solicitados vão depender do tipo da ocorrência.

4. A solicitação de registro pela Delegacia Virtual tem o mesmo valor que o registro feito presencialmente em uma Unidade Policial?

Sim. A sua solicitação será analisada por uma equipe da Delegacia Virtual e, assim que for validada, torna-se um Boletim de Ocorrência e possui o mesmo valor que um registro realizado presencialmente em uma Unidade Policial.

5. Por que é necessário informar o e-mail e telefone celular para solicitar um registro de ocorrência na Delegacia Virtual?

É necessário fornecer um e-mail e telefone celular para confirmar a autoria do registro após a validação de preenchimento das informações da Solicitação de Registro de Ocorrência, visando evitar fraudes.

6. Como fazer uma solicitação de registro por meio da Delegacia Virtual?

A solicitação de registro deve ser iniciada pela escolha do tipo da ocorrência na página inicial da Delegacia Virtual. Os procedimentos de registro de informações pessoais e da ocorrência buscam ser de fácil compreensão.
Para acessar o manual clique aqui.

7. Em qual horário posso solicitar o registro de uma ocorrência na Delegacia Virtual?

A solicitação pode ser realizada na Delegacia Virtual, pela internet, 24 horas por dia.

8. A solicitação de registro de ocorrência pela Delegacia Virtual pode não ser validada?

Caso a equipe da Delegacia Virtual verifique que os dados informados não conferem com as informações cadastradas nos sistemas de informações policiais ou se as informações sobre a natureza da ocorrência solicitada não forem compatíveis para atendimento na Delegacia Virtual, a solicitação não será validada, portanto não haverá o registro da ocorrência.

Nestas situações o Solicitante deverá verificar as pendências para que o registro possa ser confirmado.

9. Outras naturezas de registros tais como furto ou roubo, podem ser registradas na Delegacia Virtual?

Não. Estes registros deverão ser realizados junto às Unidades Policias Civil e Militar.

10. É possível fazer uma denúncia anônima no site da Delegacia Virtual?

Não. As denúncias anônimas deverão ser comunicadas através do Disque Denúncia, pelo telefone 181. Se você tem conhecimento de algum crime que esteja sendo praticado e que ainda não foi denunciado, faça a sua parte, denuncie.

11. Menores de 18 anos podem solicitar um registro de ocorrência pela Delegacia Virtual?

Não. Para solicitar um registro de ocorrência, é obrigatório que o solicitante seja maior de 18 anos de idade. Caso o fato tenha ocorrido com um menor de 18 anos, a solicitação de registro deverá ser realizada em uma Unidade Policial Civil ou Militar.

12. É possível um terceiro, parente, amigo ou interessado solicitar o registro de uma ocorrência via Delegacia Virtual?

Sim. É possível um terceiro, parente ou amigo solicitar o registro em ocorrências de Pessoa Desaparecida.

Para as demais naturezas, a solicitação de registro deve ser feita pelo próprio solicitante maior de 18 anos ou o seu representante legal, no caso de pessoa jurídica, menor ou incapaz.

13. Posso alterar a minha solicitação de registro criada na Delegacia Virtual após tê-la finalizado no sistema?

Não. Após finalizada o registro de ocorrência na Delegacia Virtual, a inclusão ou alteração de informações só poderá ser realizada em uma Unidade Física da Polícia Civil.

14. Ao finalizar a solicitação de registro, posso imprimir o Boletim de Ocorrência?

Sim. A impressão poderá ser realizada assim que houver a confirmação do registro de ocorrência enviada por e-mail para o solicitante da ocorrência. É possível verificar a situação da solicitação e imprimir o boletim de ocorrência por meio da consulta do link ACOMPANHAR SOLICITAÇÃO.

15. Em quanto tempo estará pronto o meu Boletim Eletrônico de Ocorrência ou REDS – Registro de Evento de Defesa Social?

Assim que a solicitação de registro de Boletim de Ocorrência for validada, será enviado um e-mail informando sua disponibilização.

16. Em caso de não recebimento da validação da solicitação de registro da ocorrência via email, como devo proceder?

Primeiramente, verifique em seu email se a mensagem não foi direcionada como lixo eletrônico ou “spam”. Caso não tenha sido, entre em contato com a equipe da Delegacia Virtual pela opção “Fale Conosco” e relate o problema.

17. Que tipo de acidente de trânsito pode ser registrado na Delegacia Virtual?

Na Delegacia Virtual, somente é possível registrar acidentes de trânsito sem vítimas. As demais ocorrências que envolverem vítimas, ainda que seja o próprio condutor, deverão ser realizadas em uma unidade da Polícia Civil ou da Polícia Militar.

18. Não possuo ou perdi meu telefone celular. Para criar uma solicitação de registro na Delegacia Virtual, como proceder?

Você deve fornecer o celular, preferencialmente, de uma pessoa com quem conviva, ou de uma pessoa próxima que possa receber o SMS e informar o código de verificação (token) recebido.

19. Qual a diferença entre a Solicitação de Registro de Ocorrência e o Boletim de Ocorrência?

A Solicitação de Registro de Ocorrência precede o Boletim de Ocorrência e ainda não possui validade legal. Após a análise e validação pela equipe da Delegacia Virtual, a solicitação se torna um Boletim de Ocorrência e passa a ter a mesma validade de um registro realizado em uma Unidade Policial.

20. Recebi um e-mail de validação da minha Solicitação de Ocorrência, com a qual eu não concordo ou fui mal entendido. Como proceder?

Nesses casos, compareça a uma Unidade Policial com o número de protocolo da Solicitação de Ocorrência em questão.

21. Fiz a Solicitação de ocorrência na Delegacia Virtual, mas também pretendo fazê-lo na Unidade Física. Isso é possível?

A Delegacia Virtual é uma alternativa de solicitação de registro, não há necessidade de buscar uma Delegacia Física para o registro da ocorrência, pois esta será disponibilizada via e-mail ao solicitante.

22. Não quero abrir uma Solicitação de Ocorrência na Delegacia Virtual. Posso ir a uma Unidade Policial?

Sim. A Delegacia Virtual é uma alternativa para facilitar e agilizar a solicitação de registro. Se preferir, o cidadão tem o direito de solicitar a prestação de atendimento em unidades policiais ou o comparecimento de viaturas até ao local do fato quando necessário.

23. Sou de outro estado ou de outro país. Posso abrir uma Solicitação de Ocorrência na Delegacia Virtual de Minas Gerais?

Sim, desde que o fato a ser registrado tenha acontecido no Estado de Minas Gerais e o solicitante tenha os dados necessários para efetuar a solicitação.

24. Desejo dar uma sugestão, fazer uma crítica ou retirar uma dúvida sobre a Delegacia Virtual, como proceder?

Entre em contato com a equipe da Delegacia Virtual pela opção “Fale Conosco” e registre a dúvida, crítica ou sugestão.

25. Perdi meu Protocolo de Solicitação de Ocorrência. Como consultá-la?

As Solicitações de Ocorrência podem ser consultadas no link ACOMPANHAR SOLICITAÇÃO, fornecendo as seguintes informações: o tipo de solicitante e Nacionalidade. Se for brasileiro deverão ser preenchidos os campos: o nome do solicitante, o CPF, RG e a UF do RG, a data de nascimento. Se for estrangeiro deverão ser preenchidos os campos: o nome do solicitante, um dos documentos RNE ou passaporte informado na hora do cadastro da solicitação, a data de nascimento. Caso o solicitante seja pessoa jurídica deverão ser preenchidos os campos Razão social e CNPJ.

26. Recebi um e-mail da Delegacia Virtual e não fiz nenhum registro. É vírus?

Primeiramente, certifique-se que o e-mail recebido é de fato da Delegacia Virtual (o único e-mail de contato que utilizamos é o contato@delegaciavirtual.mg.gov.br). Se não for este o caso, é possível que alguém tenha usado seu endereço de e-mail para registro. Colabore e nos avise através da opção “Fale Conosco”.

27. Quero registrar um Acidente de Trânsito Sem Vítima com mais de um envolvido, porém não tenho as informações do outro condutor ou do outro veículo. Como proceder?

Caso o outro envolvido tenha evadido do local sem prestar esclarecimentos, nem prover informações para o registro da ocorrência, é necessário que o registro seja efetuado presencialmente em uma Unidade Policial.

28. Perdi meu animal de estimação. Posso registrá-lo como desaparecido?

Não. A natureza de Pessoas Desaparecidas disponibilizada pela Delegacia Virtual é apenas para pessoas desaparecidas. Em caso de perda de animal, a solicitação deverá ser feita na natureza Perda de Documentos/Objetos.

29. Como habilitar a popup nos navegadores?

Para utilizar a Delegacia Virtual é necessário que as pop-ups do navegador estejam habilitados, clique abaixo no link do navegador que você está utilizando e saiba como habilitar as pop-ups.

Google Chrome

Mozilla Firefox

Internet Explorer

30. Como habilitar o javascript nos navegadores?

Para utilizar a Delegacia Virtual é necessário que o javascript do navegador esteja habilitado, clique abaixo no link do navegador que você está utilizando e saiba como habilitar o javascript.

Google Chrome

Mozilla Firefox

Internet Explorer

A Delegacia Virtual é um serviço da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais. Saiba como funciona: http://delegaciavirtual.sids.mg.gov.br/

Google lança serviço para revolucionar caixa de e-mails


O Google anunciou nesta quarta-feira, 22, um novo serviço de gerenciamento de e-mails chamado Inbox, que tenta organizar a caixa de entrada de seus usuários de uma forma mais inteligente.

O serviço estará disponível na web, exclusivamente pelo navegador Chrome, ou como aplicativos para o iOS (versão 7 ou superior) e Android (versão 4.1 ou superior). Versões especiais para tablets também estão em desenvolvimento.

Por enquanto, o serviço é restrito e, bem à moda Google, exige convites para que o usuário se registre. Você pode pedir para um amigo, ou então solicitá-lo diretamente ao Google enviando um e-mail inbox@google.com.

O serviço parece uma mescla entre o Mailbox, aplicativo de gerenciamento de e-mails que se tornou bem popular e foi comprado pelo Dropbox, e o Google Now, assistente pessoal do Google.

O Inbox é bastante diferente do Gmail, e o Google planeja que as coisas permaneçam deste jeito. O Gmail continuará funcionando do jeito que sempre funcionou, e o Inbox será apenas uma coisa nova, que a empresa define como “algo novo; uma forma melhor de voltar ao que realmente importa”.

Conheça os recursos do Inbox:

Organização por assuntos
O Gmail lançou no ano passado as categorias, que dividem os tipos de mensagens em determinadas abas específicas. Agora o Inbox tenta expandir o conceito para manter a caixa de entrada ainda mais organizada, agrupando recibos de compras, por exemplo, em um lugar só. O usuário pode “ensinar” o Inbox o jeito certo de gerenciar mensagens para que o app junte as mensagens que devem ser unidas.

Informações destacadas
Determinadas mensagens podem ter um cabeçalho que resuma as informações importantes dos e-mails, como o itinerário de um voo, informações sobre um evento ou fotos e documentos enviados por amigos e familiares. O serviço poderá até mesmo mostrar informações que estão na web, mas não estão diretamente na mensagem, como rastreamento de pacotes ou situação de voos.

Lembretes inteligentes
O serviço permite a inclusão de lembretes, parecido com o que você vê no Google Now. Além disso, uma ferramenta chamada “Assists” oferecerá informação relevante à sua lista de afazeres. Por exemplo: ao criar um lembrete para passar na loja de ferramentas, o Assists oferece o telefone da loja e informará se ela está aberta.

O mesmo vale para os seus e-mails. Ao fazer uma reserva em um restaurante, o e-mail de confirmação mostrará um mapa para chegar ao local. Ao comprar uma passagem de avião, o Inbox mostrará o link para check-in, e etc.

Por fim, o sistema também inclui um botão “Soneca”, que permite que você silencie um lembrete até que ele seja conveniente. Você pode pedir para voltar a ser notificado em um determinado horário, ou quando chegar em algum local, como no trabalho ou em casa.

Pequenas e médias empresas: dicas para comprar equipamentos e serviços de TI

Fornecedores adequam soluções ao bolso e à necessidade de PMEs, mas é necessário cuidado no momento da negociação

Carreira

Hoje, as pequenas e médias empresas (PMEs) viraram o grande foco de atenção dos fornecedores de produtos e serviços de TI. Atraídos pelo potencial de compra desse perfil de companhia, fabricantes lançam uma série de soluções específicas para o setor e que, na maior parte dos casos, se diferenciam por um custo mais baixo e por uma menor complexidade de implementação e de administração.

Para Pedro Bicudo, sócio-diretor da consultoria TGT Consult, o interesse nas PMEs tem mudado as estratégias dos principais fornecedores de TI do mercado. “De fato, os preços estão mais competitivos e os produtos mais adequados para o perfil dessas empresas”, considera o especialista. O que, segundo ele, justifica um aumento de interesse das pequenas e médias por produtos e serviços de tecnologia.

Na mesma linha, o gerente de pesquisas e consultoria da IDC Brasil, Anderson Figueiredo, considera que esse é um excelente momento para as companhias com menos de 500 funcionários comprarem soluções de TI. O motivo, segundo ele, é que os fabricantes estão dispostos a negociar valores e condições melhores para conquistar esse perfil de empresa.

O cenário favorável já começa a refletir no próprio orçamento das PMEs. Um estudo mundial realizado KS&R, a pedido da IBM, no início de 2011, apontou que 81% das empresas brasileiras de pequeno e médio portes pretendem aumentar os orçamentos de TI neste ano. Um caminho que, na visão de Bicudo, vai aumentar a profissionalização dessas companhias, mas, por outro lado, exige delas uma série de cuidados na hora de comprar hardware, software e serviços.

A seguir, os especialistas, dão quatro dicas para pequenas e médias empresas adquirirem produtos e serviços de TI, tirando proveito do atual momento de mercado, com um número crescente de ofertas sob medida para companhias com até 500 funcionários:

Dica 1 – Atenção ao canal de venda da solução
Embora boa parte dos grandes fabricantes de TI tenha interesse em pequenas e médias empresas, a maioria deles não consegue atender esses clientes diretamente e, assim, delegam o trabalho de comercialização, implementação e suporte das soluções a canais de vendas indiretas, que podem ser revendas, integradores e consultorias.

“Assim, na hora de escolher uma solução, o pequeno e médio empresário não deve só analisar a qualidade do hardware ou do software. É necessário também verificar o canal que vai responder pela entrega, pois isso vai fazer toda diferença no projeto”, pontua Bicudo. “De preferência, pegue a mesma marca e analise diferentes canais locais que possam atendê-lo”, acrescenta.

Quanto aos itens que precisam ser analisados na hora da contratar um canal, é necessário entender se ele tem pessoas capacitadas para prestar os serviços relacionados à tecnologia. Para isso, vale a pena buscar também outros clientes que já foram atendidos pela companhia, com o intuito de confirmar se eles ficaram satisfeitos com a implementação e com o suporte.

Dica 2 – Analise alternativas em cloud computing
Os especialistas também aconselham que as companhias menores tirem proveito do crescimento das ofertas de hardware e software como serviço, a partir do conceito de cloud computing (computação em nuvem). “Nos próximos quatro anos, as soluções oferecidas nas nuvens públicas devem crescer cerca de 60% [ao ano] e o grande foco delas é o SMB (sigla em inglês para pequenas e médias empresas”, afirma o gerente da IDC.

Figueiredo considera que os serviços na nuvem são especialmente atraentes para as PMEs pelo fato de não exigirem um alto investimento em ativos (hardware e software).

Na mesma linha, o sócio-diretor da TGT Consult considera que as empresas não podem descartar a possibilidade de adquirir soluções em cloud. “Por isso, mesmo quando optar pela compra do hardware ou do software, fique atento para não se prender ao fornecedor por muito tempo, pois no futuro pode ser mais interessante trocar a solução pelo modelo na nuvem”, explica Bicudo.

Dica 3 – Faça um processo de licitação
A exemplo das grandes empresas, as pequenas e médias devem seguir todas as etapas para a compra de produtos e serviços de TI. Isso inclui analisar de forma cuidadosa todas as soluções oferecidas no mercado, estabelecer critérios detalhados do projeto e realizar um processo de concorrência entre os diversos fornecedores.

“É necessário ter muita calma no momento da negociação”, aconselha o especialista da IDC, ao citar que a fase de licitação vai determinar o sucesso futuro da implementação.

Dica 4 – Construa um ‘business case’
De forma geral, nas pequenas e médias empresas, as decisões de compra de produtos e serviços de TI precisam passar pela aprovação dos proprietários ou sócios das companhias. Assim, o departamento de tecnologia deve ter o máximo de argumentos possíveis na hora de justificar o projeto.

A boa notícia é que os próprios fabricantes de TI, cientes dessa situação, têm se preocupado em oferecer, junto com as soluções, um business case (estudo de viabilidade) dos projetos para PMEs. “Esses documentos ajudam a entender os benefícios práticos que serão obtidos com o uso de determinadas tecnologias”, detalha Bicudo. “Isso ajuda o próprio profissional de TI a vender, internamente, o projeto na empresa. O que é fundamental em pequenas e médias”, complementa Figueiredo.