Posts Tagged ‘quinta feira’

Twitter: falha foi por erro em cascata em um dos componentes de infraestrutura

O Twitter explicou que a falta de acesso ao microblog que atingiu todos os usuários foi causada por um erro em cascata em um dos componentes de infraestrutura da ferramenta. “Isso não foi devido a um novo hack , ou ao nosso novo escritório, a Euro 2012 e muito menos aos avatares GIF, como alguns têm especulado”, afirmou Mazen Rawashdeh, vice-presidente de engenharia da companhia.

A notícia veio em meio a grupos hackers assumindo a autoria do ataque. O grupo conhecido como UGNazi, por exemplo, afirmou, ser o responsável pela indisponibilidade do site.

Ele explicou que “um “bug cascata” é um bug com um efeito que não se limita a um elemento de software específico, mas sim seus efeitos “em cascata” em outros elementos também”. Segundo o comunicado no blog da companhia, uma das principais características dessa falha é que ela pode, como aconteceu, ter um impacto significante em todos os usuários do microblog. O Twitter afirmou que a falha já foi corrigida e que os usuários podem utilizar o site normalmente.

Na tarde de quinta-feira (21/06), o microblog saiu do ar por mais de uma hora. O problema, que afetou o microblog no mundo todo, começou por volta das 13h30. Às 15h a rede já estava no ar, mas instável.
*Atualizado às 17h53 de 22 de junho de 2012

Evento gratuito da Oracle sobre Big Data

Na ocasião, a empresa vai apresentar opções de infraestrutura para gerenciar dados, gerar relatórios e analisar informações

Big data
.
O “Big Data” não se trata apenas de grandes quantidades de dados, mas sim do quão rápido uma organização pode transformar todo este amontoado de informações em conhecimentos práticos. Portanto, é no endereçamento das fontes de dados que as ferramentas de integração se tornam essenciais.

Pensando nisso, nesta quinta-feira (26/04), a Oracle vai promover, em São Paulo, um evento focado em soluções para Big Data. Na ocasião, os participantes terão a oportunidade de conhecer opções de infraestrutura para gerenciar seus dados, gerar relatórios e analisar informações.

De acordo com a companhia, atualmente, CIOs e suas equipes tem buscado, cada vez mais, obter, analisar, processar e organizar dados não estruturados de suas empresas. Por isso, o objetivo do evento é apresentar soluções que façam com que os grandes volumes de informações gerados diariamente pelas companhias se transformem em informações úteis para os seus negócios.

“O objetivo do evento é mostrar o tamanho deste desafio e quais ferramentas a Oracle oferece para auxiliá-lo na gestão do Big Data, destacando benefícios efetivos de cada solução e os resultados que podem ser obtidos com as implementações, simplificando e automatizando a forma de apresentação dos dados”, afirma Samuel Baccin, diretor de Vendas de Sistemas da Oracle do Brasil.

Se você ficou interessado em participar, pode fazer sua inscrição aqui e saber mais a respeito do evento neste link. E para entender um pouco mais sobre a importância das ferramentas de integração de dados, clique aqui.

Ministério da Saúde vai investir em laboratórios para capacitação tecnológica

O programa prevê investimento de R$ 2 bilhões até 2014 para incentivar transferência de tecnologia entre laboratórios privados e públicos

Brasil saúde

Ministério da Saúde está lançando um pacote de medidas para o fortalecimento da indústria nacional de medicamentos, insumos e equipamentos. O Programa de Investimento no Complexo Industrial da Saúde (Procis) foi instituído nesta quinta-feira (22/03) e vai alcançar R$ 2 bilhões até 2014, sendo R$ 1 bilhão do governo federal e R$ 1 bilhão em contrapartidas de governos estaduais.

Além disso, este ano, o o Ministério da Saúde investirá cerca de R$ 250 milhões em infraestrutura e qualificação de mão-de-obra de 18 laboratórios públicos. O valor é cinco vezes maior do que a média de investimentos (R$ 42 milhões) nos últimos 12 anos. Entre 2000 e 2011, o investimento total do governo foi de R$ 512 milhões.

“O fortalecimento dos laboratórios públicos é essencial para a capacitação tecnológica e competitividade do país. Daí a importância de se investir em infraestrutura, capacitação da gestão e especialização da mão de obra dos laboratórios oficiais para que eles adotem as melhores práticas do mercado e ganhem um nível de qualidade internacional”, disse o secretário de Ciência,Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha.
Parcerias

O programa também prevê ampliação nas Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs), com transferência de tecnologia entre laboratórios privados e públicos. Ainda este ano, deverão ser consolidadas nove novas PDPs. E, no mínimo, 20 novas parcerias serão travadas nos próximos quatro anos. Essas parcerias abrangem a fabricação de produtos biológicos (para artrite reumatoide, doenças genéticas e oncológicos), medicamentos para as  chamadas “doenças negligenciadas” (que geralmente atingem populações de países menos desenvolvidos e despertam menos interesse da indústria farmacêutica) e equipamentos, principalmente na área de órteses e próteses.

As parcerias envolvem 32 laboratórios (10 públicos e 22 privados nacionais e estrangeiros). Os medicamentos desenvolvidos são direcionados a nove doenças. A produção de cinco produtos já começou: antirretroviral Tenofovir, antipsicóticos Clozapina e Quetiapina, relaxante muscular Toxina Botulínica e imunossupressor Tacrolimo.