Posts Tagged ‘passado’

Operadoras ameaçam subir preços por causa do fim da validade dos créditos

 


A decisão da Justiça de impedir o estabelecimento de validade para os créditos dos celulares pré-pagos gerou indignação das operadoras, que já avisaram: caso a medida entre mesmo em vigor (porque elas recorrerão antes), o preço das tarifas vai aumentar.

“As prestadoras de telefonia móvel entendem que qualquer mudança nesse modelo deve ser amplamente discutida administrativamente pelo órgão regulador, com espaço para manifestação da sociedade e precedida de análise de impacto regulatório”, afirma o SindiTelebrasil, em nota.

A entidade, que representa empresas como Claro, Oi, Tim e Vivo, disse que mudar o esquema atual cria um “ambiente de insegurança jurídica” e leva a uma reestruturação no modelo de negócios do setor. Com isso, entrariam um custo adicional de manutenção de linhas inativas e o aumento dos preços. A medida também contribuiria com a escassez de números disponíveis.

O problema, segundo o sindicato, é que a base pré-paga – que já representa 80% do total – tende a aumentar, uma vez que as operadoras não poderão desligar nenhuma linha, mesmo que seus donos parem de recarregá-las. Assim, as prestadoras terão de arcar com os custos de manutenção do número, pois ele tem de ficar disponível para receber ligações.

“Nesse sentido, a definição de prazos de validade é necessária para se manter o equilíbrio nas relações de consumo”, justifica. “Países que no passado adotaram a mecânica de validade indefinida dos créditos do celular, também adotaram a incidência de uma ‘taxa de disponibilidade’ diária para manter o equilíbrio do sistema e desincentivar a inatividade da linha.”

Anúncios

Software e aparelhos de rede serão beneficiados

O governo pretende anunciar nos próximos meses a adoção de margens de preferência para dois novos setores da economia: softwares e aparelhos de rede. Não serão as únicas mudanças no programa. Em vez de itens, os técnicos do governo querem criar margens para grupos de produtos, de modo a estimular a criação e o desenvolvimento de cadeias produtivas.

O primeiro decreto está sob análise da Casa Civil e vai marcar o início do regime na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), começando com aparelhos de rede (como roteadores) e ampliando gradativamente para a inclusão de novos equipamentos, como telas, telefones inteligentes, computadores e assim por diante. O governo quer testar a efetividade de um a um já que algumas margens não têm na prática o resultado esperado.

Os fabricantes de calçados, beneficiados com uma margem de 20%, preferiram não dar entrevista. Segundo a assessoria da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), o produto não representou uma parcela relevante das compras públicas no ano passado.

Já a indústria de medicamentos aplaude a margem, apesar de as compras do governo terem ficado abaixo de R$ 35 milhões no ano passado.

Telefonia lidera tentativas de fraude contra o consumidor

Relatório indica que setor correspondeu a 35% dos casos em 2012

Telefonia Celular

A Serasa Experian divulgou nesta segunda-feira, 14, pesquisa sobre fraudes contra o consumidor brasileiro ao longo de 2012. Segundo o relatório, foram 2,14 milhões de tentativas de golpes, uma a cada 14,8 segundos.

O resultado representa um recorde desde 2010, quando a pesquisa começou a ser feita pela empresa de análise de crédito. Naquele ano, a Serasa identificou 1,87 milhão de ameaças, que subiram para 1,96 milhão em 2011.

Pela primeira vez, em 2012, as empresas de telefonia assumiram a liderança do ranking, com 749.213 casos, 35% dos registros. Elas superaram as companhias de serviço (seguradoras, construtoras, imobiliárias), que fecharam o ano passado com 746.318 de registros. A lista é composta também por bancos e financeiras (18%), varejo (10%) e outros (2%).

O indicador aponta que houve queda nas tentativas de fraude nos bancos (18% em 2012; 26% em 2011 e 28% em 2010), por causa da retração na procura por crédito, e crescimento em telefonia e serviços.

A popularização da internet e das mídias sociais é tida como fator impulsionador desse tipo de ação criminosa, segundo a empresa responsável pela pesquisa.

Emissão de cartões de crédito foi a tentativa de fraude mais utilizada no ano passado, seguida por financiamento de eletrônicos, golpe (compra de celulares com documentos falsos ou roubados), abertura de conta e compra de automóveis.

Saiba quais são as empresas que mais registraram patentes em 2012

IBM lidera o ranking há 20 anos, seguida da Samsung, que vem bem à frente da Apple

Patentes

A consultoria de análise de patentes IFI Claims divulgou uma lista com as empresas que mais registraram patentes nos Estados Unidos em 2012.

De acordo com o ranking, a IBM está novamente em primeiro lugar, posto que ocupa há 20 anos. A companhia emitiu 253 mil patentes no ano passado, o que representa um aumento de 11% em relação ao ano anterior.

A Samsung aparece em segundo lugar, com mais de 5 mil patentes registradas em 2012, seguida da Canon, com mais de 3 mil registros de propriedade intelectual, e da Sony, que obteve um aumento de 33% se comparado ao ano passado.

A quinta e sexta posições foram ocupadas pela Panasonic e Microsoft, respectivamente. E a GE fecha a lista em décimo lugar.

Já o Google aparece pela primeira vez no top 50, em 21º lugar. A companhia ficou à frente da Apple por apenas 15 registros de patentes a mais.

A giganta da web apresentou um crescimento de 170% em relação a 2011, saindo da 65º posição, enquanto a Apple pulou do 39º lugar para o 22º, um aumento de 68% em relação ao ano anterior.

Veja a lista dos top 10.

Empresa País
IBM Estados Unidos
Samsung Coreia do Sul
Canon Japão
Sony Japão
Panasonic Japão
Microsoft Estados Unidos
Toshiba Japão
Hon Hai Precision Company (Foxconn) Taiwan
General Electric Estados Unidos
LG Coreia do Sul