Posts Tagged ‘iphone 4’

O que esperar dos novos iPhones?

A Apple já marcou a data de anúncio de seu próximo iPhone, mas o evento também deve marcar uma mudança de estratégia importante, já que a empresa também deve mostrar um novo aparelho de baixo custo, que está sendo chamado de “iPhone 5C”.

O lançamento seria uma mudança de política da companhia, para ganhar espaço em mercados emergentes.

Com carcaça de plástico, o dispositivo já teve fotos amplamente divulgadas na internet. O aparelho deverá ser lançado em diversas cores diferentes, entre as quais está o verde-limão mostrado nas imagens abaixo. O “C” que acompanha o nome do aparelho, supostamente, se refere à variedade de cores.

Reprodução
Reprodução

Apesar do acabamento mais simples, o aparelho não deve ser tão barato assim. Os últimos rumores apontam para um valor de 3 mil yuans, cerca de R$ 1,1 mil, sem contrato com a operadora. O preço o colocaria como mais caro que o iPhone 4 nos EUA e aponta que ele não será o mais simples da empresa.

Ao que tudo indica, ele também terá uma câmera traseira de 8 megapixels, mas não há detalhes sobre o sensor. Também não se tem falado sobre o que rodará sob o capô do dispositivo. É provável que ele não traga o novo chip A7 da Apple, mas alguma versão mais simples do processador, mas isso não é confirmado.

E o iPhone 5S?
A empresa ainda não abandonou sua clientela fiel e também lançará a atualização do iPhone 5, que deverá ser chamada de “5S”.

Como grande inovação, o aparelho deverá trazer uma reformulação no botão “Home”, que deixaria de ser côncavo para ser convexo, ou seja, saltado para fora. Desta forma, o botão também serviria como um leitor de impressão digital, que serviria como forma de autenticação do usuário.

A câmera do iPhone 5S deve continuar fazendo imagens de até 8 megapixels, mas a lente deve ser melhorada, com uma abertura maior, f/2.0. Também deve trazer um flash dual-LED.

O iPhone 5S também teria um processador melhorado, com o chip A7, e viria em mais opções de cores: preto, branco e um dourado de gosto duvidoso, embora esta terceira opção não esteja de fato confirmada. A dedução vem de várias imagens que mostram peças na tonalidade dourada. Confira abaixo uma modelagem com o suposto iPhone 5S dourado:

Reprodução

Anúncios

Agora você pode comprar um iPhone por menos de mil reais no Brasil

Desde o sábado (20) é possível comprar um iPhone por menos de mil reais no Brasil. E não se trata de um aparelho usado ou do iPhone 3. Por R$ 999,00 você pode comprar um iPhone 4 na TIM seja para planos pós ou pré-pagos.

Mesmo sendo o terceiro aparelho na linha da Apple, atrás do iPhone 5 e do 4S, o 4 ainda é uma ótima opção. Ele traz processador de 1 GHz, câmera de 5 megapixels e por este preço 8 GB de memória. Além disso, ele possui tela de retina e faz filmes em HD.

Os interessados podem ir até uma loja TIM e procurar pelo aparelho. Quem optar por comprar o iPhone 4 junto de um plana pré-pago, pagará os R$ 999 tendo a opção de parcelá-lo em até 3 vezes. Já quem optar por um plano pós-pago, pode parcelar a compra em até 12 vezes sem juros. Atualmente, o iPhone 4 é vendido por R$ 1.099 na Apple Store.

Após ação na Justiça, Oi libera recurso para uso do iPhone 4 como modem

Reprodução

Usuários de iPhone 4 da operadora Oi conseguem agora utilizar a ferramenta nativa do aparelho para compartilhamento de internet (uso do aparelho como modem), que não era oferecida pela operadora até 11 de março deste ano. A liberação do serviço ocorre, por coincidência ou não, após uma ação movida por um usuário de Jaú (SP) determinar sua ativação.

Em 15 de fevereiro, o advogado José Augusto Zen Ferri, 30, conquistou por meio de uma liminar na Justiça de Jaú o direito de utilizar o compartilhamento de internet e o FaceTime, aplicativo que faz videochamadas via rede Wi-Fi, no iPhone 4 que havia adquirido com a Oi. A empresa deveria liberar os dois recursos, conforme decisão judicial, em até dez dias (após notificação oficial à empresa), sob pena de multa diária de R$ 100.

Ferri apresentou na ação anúncios feitos pela operadora, que mostravam o serviço FaceTime e diziam que o iPhone 4 vendido por ela era “livre, desbloqueado e sem multa”. Além dos anúncios, no blog oficial da Oi havia uma mensagem, publicada em 7 de outubro de 2010, que ensinava os usuários a ativarem o Facetime, embora o recurso permanecesse indisponível para Ferri epara a maioria dos 88 usuários que comentaram o post da operadora.

Hotspot liberado; FaceTime, não
O serviço de compartilhamento de internet, que transforma o iPhone 4 num ponto de acesso pessoal, foi ativado no dia 11 de março, conforme informado pela assessoria da Oi ao UOL Tecnologia, na ocasião da publicação da reportagem “Aprenda a compartilhar a internet entre o iPhone 4 e outros portáteis, como iPad”.

Já em relação ao FaceTime, a Oi informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “desde o lançamento do iPhone 4, seus clientes estão habilitados a ativar o aplicativo”. Segundo a operadora, em caso de dúvidas sobre a ativação do recurso, os clientes devem acionar a sua central de atendimento pelo número 10331. Além disso, casos pontuais de dificuldades na ativação do Facetime serão investigados e tratados pela empresa.

O advogado José Augusto Zen Ferri informou que a ativação do FaceTime em seu iPhone 4 ainda não funcionou. “Ele chega a enviar o SMS internacional, porque aparece na minha conta, mas não completa a operação, fica ‘esperando ativação'”, explicou. Ferri afirmou que aguarda uma solução técnica da operadora para ativação do recurso da Apple.

O serviço, conforme teste realizado pelo UOL Tecnologia, foi ativado em um aparelho da Apple habilitado pela Oi em São Paulo. A ligação via aplicativo foi completada para outro usuário de iPhone 4.

Sobre o processo que moveu para conseguir a liberação dos serviços, o advogado, que também é presidente da comissão de direito do consumidor da OAB/SP de Jaú, disse que diante da indisponibilidade de serviços ou de propaganda enganosa, o consumidor deve brigar na Justiça pelos seus direitos. “Vale a pena buscar seus direitos. Causas como essa podem ser apresentadas a um Juízado Especial Cível, são gratuitas e não precisa ter advogado. Não dá para ficar quieto.”