Posts Tagged ‘Infraestrutura’

Twitter: falha foi por erro em cascata em um dos componentes de infraestrutura

O Twitter explicou que a falta de acesso ao microblog que atingiu todos os usuários foi causada por um erro em cascata em um dos componentes de infraestrutura da ferramenta. “Isso não foi devido a um novo hack , ou ao nosso novo escritório, a Euro 2012 e muito menos aos avatares GIF, como alguns têm especulado”, afirmou Mazen Rawashdeh, vice-presidente de engenharia da companhia.

A notícia veio em meio a grupos hackers assumindo a autoria do ataque. O grupo conhecido como UGNazi, por exemplo, afirmou, ser o responsável pela indisponibilidade do site.

Ele explicou que “um “bug cascata” é um bug com um efeito que não se limita a um elemento de software específico, mas sim seus efeitos “em cascata” em outros elementos também”. Segundo o comunicado no blog da companhia, uma das principais características dessa falha é que ela pode, como aconteceu, ter um impacto significante em todos os usuários do microblog. O Twitter afirmou que a falha já foi corrigida e que os usuários podem utilizar o site normalmente.

Na tarde de quinta-feira (21/06), o microblog saiu do ar por mais de uma hora. O problema, que afetou o microblog no mundo todo, começou por volta das 13h30. Às 15h a rede já estava no ar, mas instável.
*Atualizado às 17h53 de 22 de junho de 2012

Anúncios

Infraestrutura de Chaves Públicas tem como objetivo trazer segurança, diz especialista

Thaís Sabatini Thaís Sabatini

Infraestrutura de Chaves Públicas tem como objetivo trazer segurança, diz especialista

Muitos profissionais já se depararam com a necessidade de ter uma Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP), porém apesar de ser uma ferramenta muito poderosa, ainda existem algumas dúvidas sobre o que ela provê e qual sua vantagem. Durante a palestra “Certificação Eletrônica: uma ferramenta poderosa, não uma varinha”, que foi dada durante o XXII Encontro GeneXus, que ocorre entre os dias 12 e 14 de setembro, em Montevidéu, Uruguai, o especialista Guillermo Dotta, da Deloitte, tirou algumas das principais dúvidas em relação ao termo.

Segundo ele, o objetivo do ICP é distribuir chaves públicas para medir a confiança e credibilidade dos certificados digitais. De forma geral, no Brasil, tem como função definir um conjunto de técnicas, práticas e procedimentos que as empresas e entidades devem adotar para estabelecer um sistema de certificação digital.

Um dos benefícios abordados por Dotta é o aumento na segurança das informações que trafegam pela internet ao criptografar os dados armazenados. Outra vantagem importante é a possibilidade de descobrir posts feitos na web por meio de um documento, que vale como uma identidade aos usuários.

Foi citada ainda a restrição de acesso a aplicativos, que é feita por meio de uma senha, além de informar as garantias de segurança aos visitantes do site ou aplicação.

No Brasil, qualquer um pode obter essa certificação por meio de uma Autoridade de Registro (AR), que é concedida pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação.

*A jornalista viajou ao Uruguai a convite da Artech