Posts Tagged ‘funcionários’

eSocial: Certificação Digital para empresas com mais de 7 funcionários

eSocial: Certificação Digital para empresas com mais de 7 funcionários

A versão 2.0 do Manual de Orientação do eSocial – (Sistema de Escrituração Fiscal Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas), foi divulgada pelo Comitê Gestor nº0001/2015 e exigirá das micro e pequenas empresas algumas adaptações já que a nova resolução vai unificar o envio de informações pelo empregador em relação a seus empregados.

De acordo com o DCI, o envio dos eventos deverá ser feito por meio completamente eletrônico e exigirá um certificado digital das empresas que empregam mais de sete funcionários.

O manual tem como objetivo auxiliar o empregador a compreender mais a respeito do cumprimento de suas obrigações, assim como estabelecer normas de preenchimento e instruções gerais para o envio de eventos do eSocial.

De acordo com a Receita Federal, estima-se que cerca de 700 mil micro e pequenas empresas tenham que adquirir o certificado digital para a transmissão das informações.

A transmissão eletrônica desses dados simplificará a prestação de informações e irá reduzir as burocracias para as empresas, além de vantagens como a redução de custos e de tempo a médio prazo, já que o sistema tornará tudo integrado e facilitará na hora da busca por informações.

Para os empregados, a principal vantagem é que todas as normas e leis precisarão ser cumpridas, o que garantirá direitos em questões relacionadas às férias, além da verificação de todas as informações da vida profissional, apenas com o número do CPF.

Para visualizar a versão completa resolução, clique aqui.

Fonte: Crypto ID

Anúncios

IBM confirma plano de corte de milhares de funcionários

IBM

A IBM é mais uma gigante de tecnologia se preparando para realizar um corte em seu quadro de funcionários. A empresa deve demitir “alguns milhares” de empregados, embora o número preciso não tenha sido definido pela empresa.

O relatório financeiro da empresa cita um custo de US$ 600 milhões devido ao “rebalanceamento da força de trabalho”, que nada mais é do que um jargão para demissões em massa.

No entanto, poderia ter sido pior. Um rumor circulava previamente dizendo que eram esperadas 112 mil demissões, cerca de 26% da força total de trabalho. No entanto, um representante negou a informação, afirmando que os cortes são de apenas “alguns milhares”, uma pequena fração do que o boato afirmava. Ao mesmo tempo, Doug Shelton, outro representante, afirma que a especulação estava errada em mais de dez vezes, o que significa que menos de 11 mil funcionários estão perdendo seus empregos.

Outras empresas que anunciaram recentemente planos de reestruturação de força de trabalho são Microsoft, com o corte de 18 mil pessoas (a maioria funcionários que chegaram com a compra da Nokia), e a HP, que anunciou seu plano de corte de 29 mil funcionários em 2012.

Via Olhar Digital / Mashable

Twitter vai criar universidade para funcionários


O Twitter anunciou que vai comprar a Marakana, companhia responsável por um software open-source de treinamentos, com o objetivo de formar talentos de engenharia e criar uma escola interna para os funcionários, chamada de ‘Twitter University’.

No blog da companhia, o microblog afirmou que quer ser “o melhor lugar do mundo para engenheiros trabalharem”. A rede social, assim como muitas empresas, quer manter a equipe engajada e já fez experiências ‘em casa’ ao ensinar temas diversos de tecnologia aos colaboradores.

A Marakana vai ajudar o Twitter a oferecer cursos sobre Android, HTML5, Hadoop, jQuery e outras ferramentas.

Foxconn trocará funcionários por 1 milhão de robôs em três anos

Empresa quer diminuir custos e aumentar eficiência com a instalação das máquinas para realizar partes básicas do processo de produção

Fábrica
.
Foxconn anunciou que deve trocar parte de seus trabalhadores por 1 milhão de robôs ao longo dos próximos três anos. O objetivo é cortar gastos, melhorar a eficiência e ajudar a manter a empresa competitiva, de acordo com notícia divulgada pelo AppleInsider.

Atualmente, a empresa conta com 10 mil robôs. Este número deve subir para 300 mil até o fim de 2012, e para 1 milhão em um período de três anos. As máquinas cuidarão de tarefas como soldar e montar, além de outras funções básicas que atualmente são desempenhadas por humanos.

Recentemente, a fábrica teve problemas com uma série de suicídios de funcionários. A resposta da empresa foi um aumento nos salários e no tempo de lazer dos funcionários, o que teria resultado em uma queda na produção.