Posts Tagged ‘do Brasil’

Confira fotos do lançamento do Xbox One no Brasil


Começou a nova geração de consoles no Brasil. Com direito a evento de lançamento realizado na loja da Fnac na Avenida Paulista, em São Paulo, o Xbox One já chegou às mãos dos primeiros compradores, que se organizaram em fila para receber o novo videogame da Microsoft.

A honra de receber o primeiro Xbox One do Brasil ficou com o designer digital Paulo Roberto de Andrade, de 34 anos, que espertamente se posicionou no primeiro lugar da fila. Ele também adquiriu os jogos Ryse e Dead Rising 3. O primeiro game que ele deve botar no console deve ser o primeiro, que tem ambientação na Roma Antiga.

De uma forma geral, o evento foi marcado por muita empolgação, música e pessoas das idades mais variadas, interessadas em conhecer logo no lançamento as novidades prometidas pela Microsoft. Confira as imagens:

Lançamento do Xbox One


Paulo Roberto de Andrade, de 34 anos, teve a honra de ser o primeiro comprador do Xbox One


 

Fonte: Olhar Digital

Anúncios

As cidades do Brasil onde as pessoas têm maior renda

As cidades deste ranking são o que o Brasil tem de mais elevado em termos de dinheiro no fim do mês. A renda per capita da primeira colocada é duas vezes superior à média nacional

Dinheiro: pessoa segura notas de cem reais

A elite da renda

São Paulo – Em São Caetano do Sul (SP) e Niterói (RJ), a renda per capita é 2,5 vezes maior que a média do país.

Enquanto no Brasil fala-se em R$ 793 por pessoa no fim do mês, em média, nestas duas cidades estes valores são superiores a R$ 2 mil. Não à toa, as duas estão entre os 10 municípios mais desenvolvidos do Brasil. É que para calcular o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), a ONU leva a renda em conta, além do nível de educação e a expectativa de vida (veja as cidades onde se vive mais).

Nos casos a seguir, renda per capita é a soma de todos os salários ganhos pelos habitantes de cada município dividido pelo número total de pessoas que moram nele. Ou seja, o resultado considera não apenas quem tem qualquer tipo de renda, mas inclui na divisão desempregados, estudantes, etc.

A renda per capita serve como indicador de riqueza, mas nada diz sobre a distribuição dela. Mesmo assim, o seu crescimento – processo que vem ocorrendo de forma contínua no Brasil – é sempre visto como uma belíssima notícia: significa maior poder de compra e acesso a bens e serviços por parte da população.

Os dados foram retirados do Atlas do Desenvolvimento Humano 2013, da ONU, e comparados com a edição de 2003. Os números, no entanto, são originalmente do IBGE, dos censos de 2010 e 2000.