Posts Tagged ‘direito’

Como criar Espaços de Armazenamento no Windows 8

O Windows 8 oferece um novo recurso chamado Espaço de Armazenamento, que lhe dá mais opções de instalação de unidade do que antes.

O que é o recurso Espaços de Armazenamento?
É uma função que permite agrupar unidades em um pool de armazenamento. Ou seja, utilizar drives externos ou internos, criando mais espaço para seus arquivos.

O que é preciso para criar um Espaço de Armazenamento?
É preciso que você tenha uma ou mais unidades extras além da unidade na qual o Windows está instalado. Essas unidades podem ser internas ou externas, ou de estado sólido. Você pode usar vários tipos de unidades com Espaços de Armazenamento, incluindo unidades USB, SATA e SAS.

Certo, agora que você já conhece a função e para o que ela serve, vamos ao passo a passo de como criar seu espaço de armazenamento. ;)

1. Adicione ou conecte todas as unidades (externas ou internas) que você deseja agrupar no Espaço de Armazenamento.

2. Aponte o mouse para o canto superior direito da tela, mova o ponteiro do mouse para baixo – ou faça o atalho Windows + C – e clique em Pesquisar. Se sua tela for touch, passe o dedo da borda direita da tela e toque em Pesquisar.

3. Digite Espaços de Armazenamento na caixa de pesquisa e depois toque ou clique em Configurações.

4. Escolha Espaços de Armazenamento nos resultados da pesquisa.

5. Toque ou clique em Criar um novo pool e espaço de armazenamento.

6. Na próxima tela selecione as unidades que você quer adicionar ao novo espaço de armazenamento e depois toque ou clique em Criar pool. 

7. Dê um nome (exemplo: disco rígido externo 1) e uma letra para a unidade (para identificação do Windows) e depois escolha um layout: Espelhamento bidirecionalEspelhamento triplo ou Paridade.

8. Insira o tamanho máximo que o espaço de armazenamento pode atingir e depois toque ou clique em Criar espaço de armazenamento.

Pronto, você já tem seu espaço de armazenamento extra! :D

Anúncios

Estudante tem direito a diploma

Belo Horizonte – O Centro Educacional Realengo e a Fundação Ullysses Guimarães, em Raul Soares, na Zona da Mata mineira, terão que indenizar a ex-aluna A.C.S.L.F. por danos morais. Ela vai receber R$ 10 mil pela não expedição do diploma após a conclusão do curso de química. A decisão é da 13ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que confirmou a sentença da juíza da comarca de Raul Soares, Danielle Christiane Costa Machado de Castro Cotta.

Segundo o processo, A.C.S.L.F. concluiu o curso de química em agosto de 2005. Entretanto, a instituição educacional argumentou que ela não fazia parte de seu quadro de alunos. Em juízo, a ex-aluna comprovou sua matrícula e a frequência às aulas, o que levou a juíza a condenar a faculdade a indenizar por danos morais. A magistrada também determinou que a instituição de ensino emita o diploma.

A faculdade recorreu ao Tribunal. A turma julgadora, formada pelos desembargadores Alberto Henrique (relator), Luiz Carlos Gomes da Mata e Francisco Kupidlowski, manteve a sentença sob o fundamento de que a estudante tem direito de receber o certificado, vez que acreditou, de forma legítima, que estava matriculada: “Por isso, como consumidora, não pode ser preterida a receber o diploma” ressaltou, em seu voto, o relator.
Fonte: TJMG – Assessoria de Comunicação Institucional – Ascom TJMG – Unidade Raja Gabaglia

Matéria enviada pelo Tecnólogo em Redes: Flailson Pereira Figueiredo