Posts Tagged ‘2012’

Notebooks novos e seminovos à venda, consulte disponibilidade.

Notebook HP 14-AC121-BR, Intel Core i7 6500U 2.5Ghz até 3.1Ghz, Memória 8GB, HD 1TB, Placa de vídeo Integrada com tecnologia Intel® HD Graphics 520, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet, Webcam, Windows 10, Pacote Office, Carregador HP, Bateria 6 células de longa duração, Aparelho Novo, sem caixa, carregador original, Windows 7, Pacote Office e possui 1 ano de garantia.
Preço: R$2.699,00*

.

Notebook Acer E5-571G 72V0, Intel Core i7 4510U 2.0Ghz até 3.1GHz, Memória 8GB, HD 1TB, Placa de vídeo dedicada GeForce 820 2GB, Tela LED 15.6”, Teclado numérico, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet, Webcam, Windows 10, Pacote Office, Carregador Acer, Bateria 6 células de longa duração, Equipamento Novo, 1 Ano de Garantia.
Preço: R$2.699,00*

.

Notebook HP 14N050BR, Intel Core i7 4500U 1.8Ghz até 3.0GHz, Memória 4GB, HD 1TB, Placa de vídeo dedicado AMD 8670M 2GB até 5GB, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Placa de som Integrada com DTS Sound+, Ethernet, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador HP, Bateria de longa duração, Aparelho Seminovo, carregador original e possui 6 meses de garantia.
Preço: R$2.499,00*

.

Notebook Ultrafino CCE Ultra Thin T745, Intel Core i7 3517U 1.9Ghz até 3.0GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics 4000 até 1720MB, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 8.1, Pacote Office, Bateria de longa duração, Aparelho seminovo sem avarias, amassados e danos, Acompanha carregador original CCE, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.399,00*

.

Notebook Dell Inspiron 15 P39F, Intel Core i5 5200U 2.7GHz, Memória 4GB, HD 1TB, Placa de vídeo dedicado AMD R7 2GB, Tela LED 15.6″ Resolução HD (1366 x 768), Teclado Numérico, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Dell, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$2.399,00*

.

HP Probook 440 G2, Intel Core i5 4210U 1.7Ghz até 2.7Ghz, 4GB memória, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics 4400, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador HP, Bateria 6 células de longa duração, Aparelho seminovo, carregador original e possui 6 meses de garantia.
Preço: R$1.599,00*

.

Notebook HP Pavilion 14-V061BR, Intel Core i5 4210U 1.7Ghz até 2.7GHz, memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel HD Graphics 4400, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador HP, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.599,00*

.

Notebook Asus X450L, Intel Core i5 4200U 1.6Ghz até 2.6GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Bateria de longa duração, Aparelho seminovo sem avarias, amassados e danos, Carregador Asus, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.499,00*

.

Notebook Lenovo G40-70, Intel Core i5 4200U 1.6Ghz até 2.6Ghz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Lenovo, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.599,00*

.

Notebook Dell Vostro 3360, Intel Core i5 3337U 1.7Ghz até 2.7GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 13.3″ Resolução HD (1366 x 768), Leitor de cartões, Leitor biométrico, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Dell, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.399,00*

.

Notebook Samsung NP300E4C, Intel Core i5 3210M 2.5Ghz até 3.1GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Samsung, Bateria 6 células de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço:R$1.499,00*

.

Notebook Lenovo Thinkpad Edge 420, Intel Core i5 2410M 2.3Ghz até 2.9GHz, Memória 4GB, HD 500GB, Placa de vídeo AMD Radeon HD 6630M com 1GB DDR3, Tela LED 14″, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Lenovo, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.399,00*

.

Notebook SpaceBR, Intel Core i5 2410M 2.9GHz, Memória 8GB, HD 500GB, Placa de vídeo Intel HD Graphics 4000, Gravador de DVD, Leitor de cartões, Tela LED 14″, USB, VGA, HDMI, Wireless, Ethernet, Webcam, Equipamento Seminovo sem avarias, Carregador original, Bateria de longa duração, Windows 7, Pacote Office, 6 Meses de garantia.
Preço: R$1.199,00*

.

Notebook Dell Inspiron i14-3421-A10, Intel Core i3 3217U 1.8Ghz, Memória 4GB, HD 1TB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4400 de 1GB compartilhado, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth 4.0, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador Dell, Bateria de longa duração, Equipamento Seminovo sem avarias, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.299,00*

.

Notebook Dell Inspiron i14-2620, Intel Core i3 2375M 1.5GHz, Memória 4GB, HD 750GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000, Tela LED 14”, Gravador de DVD, Leitor de cartões, USB, VGA, HDMI, Wireless, Bluetooth, Ethernet Gigabit, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Bateria de longa duração, Aparelho seminovo sem avarias, amassados e danos, Carregador Dell, 6 Meses de Garantia.
Preço: R$1.199,00*

——————————

Notebook Acer Aspire E1 421, AMD E-300 APU 1.30Ghz, Memória 8GB, HD 500GB, Placa de vídeo AMD Radeon HD 6310 Graphics, Gravador de DVD, leitor de cartões, Tela LED 14″, USB, VGA, HDMI, Webcam, Windows 10, Pacote Office, Carregador original, Bateria durando cerca de 2h00min, Equipamento seminovo mas muito bem conservado, Garantia de 3 meses.
R$899,00 à vista.

.

Notebook Dell Inspiron 14R N4110, Intel Core i7 2640M 2.8Ghz até 3.5Ghz, 6GB memória, HD 640GB, Leitor de blu-ray disc, Gravador de DVD, Wirelles, Bluetooth, Placa de vídeo AMD Radeon HD 7400M Series, Placa de vídeo Intel HD Graphics 3000, Tela LED 14″, USB, VGA, Leitor de cartões, Webcam, Windows 7, Pacote Office, Carregador original, Bateria não segura muito tempo de carga, Garantia de 3 meses.
R$1.799,00 à vista.

——————————

Apple Macbook Air A1466, Tela LED de 13.3″, Intel Core i5 1.8Ghz com Turbo Boost 2.8Ghz, 4GB LPDDR3, SSD 128GB, Placa de vídeo Intel Graphics HD 4000 1536MB, Wifi, Bluetooth 4.0, Porta Thunderbolt (até 10 Gbps), Câmera FaceTime HD, HDMI, carregador original, Bateria 295 ciclos durando cerca de 6h00min, modelo de 2012, OS X El Capitan, Garantia de 6 meses.
R$3.499,00

.

(31)3622-3322
(31)98201-9641 Claro
(31)98839-0991 Oi e WhatsApp
http://www.facebook.com/statecnologia
http://www.santatecnologia.com

Anúncios

Será que a cloud computing vai dominar em 2012?

Análise feita por website estrangeiro aponta: a computação na nuvem ainda será a tendência para este ano.

Cloud

Modelos de negócios baseados na computação em nuvem podem prosperar ainda mais em 2012. É o que diz o resultado de uma análise feita pelo site Networkworld.com, que analisou a atual demanda por serviços cloud-based e a necessidade de mais soluções que abarquem essa exigência de mercado.

O site indica que os profissionais desenvolvedores têm preferência por soluções na nuvem por sua rápida escalabilidade e simplicidade, uma enorme vantagem na instalação de softwares já que não há a necessidade burocrática de ciclos de compra e assinaturas. Isso deve gerar demanda para a criação de aplicações de fácil acesso e administração simplificada.

De acordo com o Networkworld, a expectativa é que serviços de gerenciamento – em especial, gerenciamento de recursos – sejam os que mais cresçam. Acesso de usuário com um único clique, monitoramento de estrutura de rede, sistemas de defesa, tudo isso constitui alguma forma de gerenciamento – e devido à portabilidade de acesso (existem serviços da nuvem disponíveis via smartphones e tablets, como o iCloud), a demanda por novos protocolos de segurança está crescendo, embora não haja, hoje, um número promissor de formas de proteção em ambientes compartilhados.

Certificação digital: mudanças em 2012

Quando for solicitar um novo certificado digital, se for o caso, o usuário deve também verificar se o hardware criptográfico.

Willian Bergamo *

Desde sua instituição, em 2001, a ICP-Brasil tem ganhado notoriedade. Hoje, conta com volume mensal acima de 100 mil certificados digitais emitidos e um total que ultrapassa os 3 bilhões, segundo o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI). E isso se deve à disseminação do conhecimento sobre a tecnologia e a possibilidade do uso do certificado digital nos mais variados segmentos do mercado brasileiro, inclusive nas principais esferas de governo.

Sob o ponto de vista tecnológico, uma infraestrutura de chaves públicas, como a ICP-Brasil, beneficia-se da segurança dos inúmeros algoritmos criptográficos – procedimentos matemáticos – gerados em suas resoluções e documentos normativos. No entanto, é importante que esses padrões sejam revistos frequentemente com o objetivo de garantir ainda mais segurança a essa infraestrutura de chaves públicas.

O Comitê Gestor da ICP-Brasil decidiu então seguir um movimento internacional, e atualizar os padrões de algorítmos criptográficos utilizados. E, por meio da Resolução 65, publicada em Junho de 2009, o Comitê Gestor da ICP-Brasil, aprovou a versão 2.0 do documento contendo os novos padrões e algoritmos criptográficos.

Segundo o documento, as chaves assimétricas para o algoritmo RSA a serem utilizadas pelas Autoridades Certificadoras passarão a ser de 4096 bits em vez dos 2048 bits atuais. Já as assinaturas digitais irão acontecer utilizando o novo SHA-512 em vez do SHA-1, utilizado atualmente. Para os titulares dos certificados digitais, também estão previstas mudanças e, nesse caso, serão geradas chaves assimétricas para o algoritmo RSA de 2048 bits, no lugar dos 1024 bits atuais.

Com isso, a partir de 1º de janeiro de 2012, nenhuma autoridade certificadora credenciada pelo ITI poderá emitir certificados digitais utilizando os padrões criptográficos anteriores e a cadeia de certificação antiga. No entanto, os certificados digitais emitidos antes dessa atualização serão válidos até atingirem a data de expiração, o que não torna necessária a substituição até o vencimento.

Diversos pontos deverão ser avaliados em decorrência da operação dessa nova cadeia de certificação. O primeiro está relacionado aos hardwares criptográficos utilizados hoje para armazenar as chaves privadas e o certificado digital dos titulares. Diversos modelos de tokens criptográficos, SmartCards e até HSMs não estão preparados para gerar e armazenar chaves assimétricas de 2048 bits, sendo necessária a sua substituição no momento da renovação do certificado digital do titular.

Quando for solicitar um novo certificado digital, se for o caso, o usuário deve também verificar se o hardware criptográfico, que é utilizado para a geração e o armazenamento da nova chave privada e do certificado digital, está em conformidade com o novo padrão criptográfico adotado pela ICP-Brasil. Alguns fabricantes de smartcards, por exemplo, já inserem uma identificação visual nos cartões para alertar sobre essa compatibilidade.

Por isso, avaliar a compatibilidade das diversas aplicações existentes para assinatura digital dos diversos documentos eletrônicos com esse novo padrão criptográfico é fundamental para garantir que nenhum processo de negócio seja interrompido inesperadamente.

 

(*) Willian Bergamo é gerente de consultoria da Certsign

Oito tendências de TI para 2012

Vamos encarar o fato: imaginar as mudanças é uma forma de experimentá-las. E a consequência disso é perceber que elas ocorrem mais devagar do que as ideias. Este não foi um ano de grandes inovações para a TI. Por isso, as tendências para 2012 podem gerar uma certa sensação de retardo. Assim acontecem, porém, algumas transições transformadoras: quando nos damos conta, tudo mudou.

Movimentos como os de mídia social e mobilidade terão um impacto sem precedentes na forma como as pessoas se relacionam entre si e com o meio. Cloud computing não é uma novidade, mas avança, promovendo uma onda de consolidação de mercado. Ferramentas de geolocalização, comércio social, TV digital e a chamada gameficação dos negócios ganham espaço. Tudo isso já foi visto, mas alcançará novos patamares em 2012.

 

  1. Gameficação

Um estudo da SuperData mostra que o mercado brasileiro de social games pode faturar US$ 238 milhões até 2014 – um salto significativo na comparação com os US$ 136 milhões estimados em 2011. Outro levantamento, desta vez divulgado pela Newzoo, em outubro, indica que existem 35 milhões de usuários de jogos sociais no País. Depois de aplicativos que surgiram nas redes sociais como o Foursquare, a expectativa é que a ‘gameficação’ se espalhe para outros segmentos, como uma ferramenta de marketing poderosa. Ou mesmo para trabalhar conteúdos mais densos, como simulações financeiras e declaração de Imposto de Renda, de uma forma mais leve. “Em 2012, veremos a migração desses jogos para o e-commerce, por exemplo, o que mantém o engajamento dos consumidores”, Braulio Medina, sócio da e-Brane e advisor na Lifeboat Foundation.

 

2. Geolocalização

Esta já figurava na lista de tendências para 2011. Um ano depois, a possibilidade de levar informações ao usuário de acordo com o local em que ele se encontra parece estar mais em alta do que nunca. O Gartner prevê que o mercado de ferramentas de geolocalização somará receitas de US$ 215 bilhões até final de 2012. Cerca de US$ 150 bilhões do orçamento de serviços das operadoras de telecom serão transferidos para aplicações.

 

3. Comércio social

Em meados de 2010, o Starbucks tornou-se mais uma vez referência de como construir uma marca. A rede internacional de café aliou-se à Gilt Groupe, site que comercializa serviços e produtos de luxo, a fim de oferecer aos clientes com cartão fidelidade MyStarbucksRewards acesso privilegiado  a edições limitadas dos cafés mais raros e luxuosos. Esses clientes tiveram a oportunidade de participar de uma sessão de venda fechada do café San Cristóbal, das ilhas de Galápagos, um dia antes dos próprios membros da Gilt Groupe terem acesso – e semanas antes de a venda ser aberta ao público geral. O que a companhia fez foi recompensar os seus clientes mais fiéis por eles existirem – e fez isso utilizando uma plataforma de comércio social voltada ao mercado de luxo.

Já no Facebook, a interação e troca de recomendações entre os consumidores direciona a venda de ingressos, bens de consumo, passagens aéreas, serviços financeiros, entre outros itens. Assim, a rede social se torna, aos poucos, uma poderosa plataforma de negócios. E o Foursquare não fica atrás. Com o ShopAlert (baseado em geolocalização), os consumidores são alertados quando alguma oferta é lançada na região em que se localiza. Disponível, por enquanto, apenas nos Estados Unidos, a ferramenta mira alavancar as receitas da empresa. Estas são amostras do que 2012 deve trazer de novidades em termos de comércio social e comércio móvel, duas das grandes tendências para o período no mundo.

 

 

4. A mídia social a favor dos negócios

Segundo previsões divulgadas recentemente pelo Gartner, o valor que as empresas investem em mídias sociais crescerá mais de 40% em 2012, em relação ao ano que passou, chegando a US$ 14,9 bilhões. “Há uma grande quantidade de empresas monitorando o que se diz sobre a marca, mas as redes sociais ainda são muito pouco usadas para a tomada de decisões e estratégias de longo prazo”, opina Medina, da e-Brane.

O que pode se esperar de 2012, entretanto, é um salto da integração entre mídias sociais e negócios. Para Marcio Saito, presidente da Coffee Bean Technology e blogueiro do IT Web, inicia-se a fase de execução. “O próximo passo será da tecnologia, da criação de soluções. Esse movimento é bastante semelhante ao que aconteceu com o correio eletrônico, em 1994. As empresas usavam fax para se comunicar e a gente nem se lembra disso. Então, as pessoas começaram a trazer o e-mail para o trabalho. Inicialmente, houve resistência, mas, em um prazo de três anos, essas ferramentas transformaram a maneira como nos comunicamos”, compara o especialista.

“Com social media, deve acontecer a mesma coisa. Eu acredito que, dentro do mesmo prazo, ela será incorporada aos processos corporativos, de vendas e marketing. E nem vamos perceber essa mudança, mas ela é radical”, avisa Saito, que aposta no surgimento de redes de nicho, que endereçam problemas bem específicos.

 

5. Mobilidade

Até 2015, os projetos de desenvolvimento de aplicações voltadas para smartphones e tablets vão superar os projetos nativos de PCs a uma taxa de quatro para um, mostram as projeções do Gartner. “Hoje, temos o Facebook e o Foursquare, por exemplo, que possuem alguns recursos, mas que não desempenham a função de socializar.  Os aplicativos mobile devem começar a ser fator de socialização”, vislumbra Medina.

Para o especialista, 2012 reserva muito mercado para os tablets – e uma boa briga entre os grandes players. “A cada notícia divulgada sobre empresas chineses produzindo um dispositivo muito barato, a indústria se assusta. Mas cada pessoa que trabalha no mundo da informação terá um tablet”, arrisca o especialista, que aponta a Amazon com uma das maiores promessas do segmento, ao investir pesadamente em conteúdo.

 

6. Computação em nuvem

Aqui, mais do mesmo. A aposta é que a cloud computing se estabeleça completamente como solução para pequenas e médias empresas (não se surpreenda se você já tiver ouvido isso antes). Por mais que o Gartner insista que, até 2015, os serviços de nuvem de baixo custo vão somar até 15% do faturamento dos principais players, as grandes ainda devem mostras resistência, em 2012, por questões de segurança. “Este será o ano da cloud para start-ups”, confirma o executivo da e-Brane.

De qualquer forma, é um caminho sem volta. E essa afirmação pode ser justificada pelo movimento dos grandes players em 2011, ao absorverem empresas especializadas em cloud computing. Em dezembro, a SAP adquiriu a Sucess Factors, por US$ 3,4 bilhões; a Oracle, por sua vez, arrematou a RightNow (concorrente da Salesforce) por US$ 1,5 bilhão, em outubro. Enquanto isso, Salesforce, Amazon e Google atacam. Esta tendência de consolidação deverá continuar no ano que se inicia.

“A migração das grandes empresas para o ambiente na nuvem vai acontecer. No momento em que elas descobrem que não é necessário sustentar uma infraestrutura dentro de casa, basta chegar a hora de mudar. A cada três ou quatro anos, o hardware fica obsoleto e precisa ser atualizado. Com software, isso acontece anualmente. Veremos isso acontecer em 2012”, afirma Saito, da Coffee Bean.

 

7. Inteligência Artificial

A relação entre homem e máquina jamais será a mesma. Graças à tecnologia de Inteligência Artificial, 2012 será o ano que as pessoas vão se comunicar com o computador. É o que Medina, especialista no assunto, garante. “No Brasil, a Siri [assistente pessoal embarcado no iPhone 4S, lançado em 2011] ainda não é realidade porque os preços do aparelho não são razoáveis. Mas ela deve ser levado também para o Android e começar a ser usado por nós”, diz.

Mais do que apenas um comando por voz, vamos começar a dar ordens de busca aos dispositivos, para que descubram, por exemplo, restaurantes na faixa de R$ 30 a R$ 60 em um raio de 3 km a partir da localização do usuário. Para isso, a tecnologia conta com mais processamento da linguagem e tem, por trás de tudo, máquinas semânticas muito poderosas.

 

8. TV digital

 

“A TV digital é uma grande tendência e uma via de mão dupla, pois o usuário não só consome informação, mas cria a grade da TV em tempo real”, pontua Medina, que acrescenta: “naturalmente, existe a demora das trocas dos televisores e um período de adaptação, porque cada canal trabalha com uma tecnologia, mas veremos os primeiros grandes testes acontecendo. Sem dúvida, haverá evolução em termos de hardware e a TV digital será realidade até o fim do ano”.

Outro passo dessa transformação é a TV social. Hoje, já existem aplicativos como o Get Glue, que permite ao telespectador fazer o “check in” em um programa de TV e conversar com pessoas em todo mundo sobre o que está acontecendo.

CEO da Nokia visita o Brasil para apresentar nova família de smartphones populares

Três modelos da linha Asha chegam ao Brasil por R$ 249, R$ 349 e $459 a partir de janeiro de 2012.

Linha Asha

Nesta quarta-feira (30/11), Stephen Elop, CEO da Nokia, veio ao Brasil para apresentar a linha Asha, nova família de smartphones populares da fabricante. Dos quatro modelos apresentados recentemente durante o Nokia World, evento global da companhia que aconteceu em Londres (Inglaterra), apenas três chegam ao mercado brasileiro a partir de janeiro de 2012: os modelos 200, 201 e 303.

O primeiro é dual chip, com capacidade para até cinco SIM cards, e possui forte integração com as redes sociais (Facebook, Orkut, Flickr e até o Renren da China). O aparelho vem com cartão MicroSD de 2 GB, aceita até 64 GB de memória e tem teclado QWERTY. O modelo 201 é focado em música e chega com autonomia de 52 horas de música ininterruptas. Ambos rodam o sistema operacional Nokia S40, têm conexão 2G e possuem o Nokia Browser, navegador da companhia que comprime as páginas em até 90% e promete rapidez na navegação e, obviamente, economia na conta.  O Asha 200 será vendido nas lojas da Claro e da TIM por R$ 349 além da tradicional cadeia de varejo. Já o Asha 201, que também será vendido no varejo, tem preço sugerido de R$ 249 na TIM e Vivo, operadoras parceiras no lançamento.

O Asha 303 é o primeiro da linha a ser vendido no Brasil, e a partir de janeiro de 2012, já estará na Nokia Store e em outras lojas de varejo. A versão 300 é o carro chefe da família. Tem tela maior, teclado QWERTY e touchscreen, conexão Wi-Fi, câmera de 5 megapixels e processador de 1 GHz. O aparelho tem integração com redes sociais, aplicativo Whatsapp e o game Angry Birds. O celular ainda possui conexão 3.5G, um meio caminho entre o 3G e o LTE (4G), e será comercializado no país por R$ 459.

Em sua primeira visita ao Brasil, Elop se disse especialmente animado com a resposta dos consumidores da América Latina com a nova família de produtos. “Parte da nossa estratégia é conectar o próximo bilhão de pessoas e o Brasil faz parte disso. A Nokia no Brasil ainda é muito bem vista e muito querida. A chegada de um novo portfólio só fortalece a companhia”, comentou o CEO.

Lumia 710 e 800

Os dois smartphones com Windows Phone, lançados pela companhia recentemente, também foram anunciados. O Lumia 800 foi considerado por Elop como “o primeiro Windows Phone de verdade”. O dispositivo possui tela AMOLED de 3.7 polegadas (800 x 480) e um processador de 1.4 GHz. Ele tem câmera de 8 megapixels com lentes Carl Zeiss, capaz de gravar vídeos em HD e 16 GB de espaço para músicas, fotos, vídeos e aplicativos.

O Lumia 710 vem com processador de 1.4 GHz e câmera de 5 megapixels, com flash LED e gravador de vídeos em alta resolução (720p). A memória interna do aparelho é de 8 GB e a principal vantagem do aparelho é que, diferente do Lumia 800, ele será produzido em Manaus e, portanto, deverá ter um preço mais acessível.

Veja o Hands On dos aparelhos aqui.