Cielo apresenta leitor de cartão com chip conjunto a smartphone

Companhia visa triplicar base ativa de clientes até o fim do ano que vem

A processadora de pagamentos Cielo apresentou nesta segunda-feira (28/10) a atualização de sua plataforma de pagamentos móveis Cielo Mobile. A partir da segunda quinzena de novembro, lojistas e microempreendedores poderão obter um hardware que, por meio de bluetooth com um smartphone com o aplicativo da companhia, realiza a leitura de cartões com chip e processa pagamento mediante senha.

A solução permite pagamentos via débito, crédito, voucher e crediário. Disponível a princípio para celulares Android, a Cielo habilitará a solução para iOS na segunda quinzena de novembro, quando começa a distribuição do hardware. Para adquirir o Cielo Mobile, o lojista terá uma mensalidade de R$ 11,90, que contempla manutenção e troca do leitor de cartão em caso de perda ou roubo, além de uma taxa de 3,19% para transações via débito, 4,05% de crédito à vista e 6,99% de crédito parcelado.

A expectativa da Cielo é triplicar a base ativa de clientes até o fim de 2014. O aplicativo da companhia possui mais de 200 mil downloads e 25 mil usuários ativos, segundo o presidente da Cielo, Rômulo de Mello Dias. “Esperamos que essa solução cresça exponencialmente. Estamos criando mais uma possibilidade para o lojista, é de nossa política oferecer ao cliente diversos métodos de pagamento, mas a escolha final é dele”, explica o executivo.

Ele admite a necessidade de um aculturamento para o pagamento com o celular. “Estamos criando mercado”, afirma Dias. O principal diferencial para o lançamento da plataforma é a segurança, no que os executivos apostam para expandir a adoção dos usuários. “Não há registro de clonagem de cartões com chip em nenhum lugar do mundo, e o setor financeiro do País tem investido pesado para expandir o chip na totalidade”, completa o diretor de produtos clássicos da Cielo, Luiz Henrique Didier. Ele estima que 90% da base de cartões no Brasil possuem chip.

Não existe limite de valor para as transações processadas no Cielo Mobile. Dias define o perfil do cliente como microempreendedores individuais, haja vista a necessidade de integração com um único celular pessoal. Personal trainers, designers de lojas, donos de pequenos negócios, esteticistas, médicos e dentistas são alguns dos exemplos.

NFC

A Cielo também divulgou que espera atualizar o hardware no início do ano que vem para ser compatibilizado com a tecnologia NFC, sigla em inglês para comunicação por campo de aproximação. Hoje, dos 1,800 milhão POS da rede, um milhão já está habilitado para uso dessa tecnologia. “Não acredito que haverá uma substituição do plástico. Sabemos que cada vez mais o celular será usado para transações financeiras, mas vemos como soluções complementares e por isso já habilitamos nosso parque”, justifica Dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: