TI Maior tem quarto centro de PD&I e lança edital de R$ 14 milhões para projetos

SAP Labs duplica estrutura em São Leopoldo com investimento de R$ 60 milhões

O Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) lançou nesta quinta-feira (19/8) o edital para projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PDI) no âmbito do TI Maior, projeto do governo federal para estímulo da área de software e serviços do País. Serão R$ 14 milhões de investimentos públicos concedidos a projetos de pesquisa que resultem em serviços ou produtos a serem lançados no mercado.

No ar por 45 dias, o edital tem como resultados esperados empregar pesquisadores brasileiros em centros globais de PDI no mundo, estimular o desenvolvimento de startups, gerar empregos no mercado nacional, gerar registros de patentes e ainda promover spinoffs e aquisições corporativas. Espera-se esforço de investimento conjunto com o setor privado na ordem de r$ 28 milhões.

O alvo são projetos de pós-graduação, mestrado e doutorado, em parceria com universidades e empresas. “Hoje, o Brasil investe 1,21% do PIB em pesquisa e desenvolvimento e nosso objetivo é elevar isso. A parceria com o setor privado, por meio de estímulos, é um dos caminhos”, pontuou o secretário de políticas de informática do MCTI, Virgílio Almeida.

O ministro da tecnologia, Marco Antônio Raupp, evidenciou o crescimento de importância do setor privado nas políticas públicas do ministério. “Serão R$ 21 bilhões em recursos em andamento ao setor privado entre 2013 e 2014, em plena execução”, ressaltou. A meta é elevar essa cifra para R$ 34 bilhões.

“Queremos que pesquisadores brasileiros atuem no ambiente global. É importante que projetos se liguem a outros centros de P&D”, pontuou o secretário Almeida.

Centros globais

O Programa TI Maior alcançou a meta de atrair quatro centros globais de PDI ao País até 2014 com a parceria com a desenvolvedores alemã de software SAP para duplicação de suas instalações do SAP Labs da área em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Até dezembro, serão aplicados R$ 60 milhões – de modo a elevar de 500 para 600 o número de funcionários do centro no próximo ano.

“Possuímos um centro de gestão global, que produz e estuda como trazer melhores práticas do mundo para o Brasil e como desenvolver tecnologias aqui para exportar”, frisa o vice-presidente de operações da SAP para a América Latina, Fernando Lewis. Como exemplos, estão sistemas para os setores bancário e de agronegócio criadas no centro gaúcho, hoje exportados para outros países.

Os outros centros de PDI dentro do TI pertencem a Microsoft, Intel e EMC, com investimentos de R$ 200 milhões, R$ 300 milhões e R$ 150 milhões, respectivamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: