Com novas tecnologias, vagas em TI são ocupadas por profissionais com outras formações

Com descentralização do orçamento e necessidade da tecnologia sendo inerente a todos os departamentos, tendência é de TI permear a empresa como um todo

Um dos movimentos que despontam a respeito do CIO e sua equipe é a descentralização de orçamento do departamento de TI para outras áreas da empresa.  Esse movimento, aliado à introdução de novas tecnologias, cada vez mais sociais, faz com que cargos da área passem a ocupados não somente por profissionais com formação técnica, mas também em cursos de outras profissões.

O estudo Antes da TI, a Estratégia 2012 – realizado pela IT Mídia (detentora do IT Web) com empresas que compõem a lista das mil maiores do Brasil – indica que 20% dos respondentes classificam seus orçamentos da seguinte maneira: “A TI tem liberdade para adquirir itens de infraestrutura, mas as áreas usuárias é que decidem pelas soluções que terão impacto em seus processos”. Além disso, 28% indicam que o departamento “atua como influenciador técnico, mas a aprovação depende de outra instância na empresa”. Outros 52% ponderam que “dentro do orçado, a TI tem liberdade para adquirir produtos e serviços que julgar mais adequado”.

A descentralização também do perfil profissional foi pontuada durante a produção da reportagem “Empregos em TI: as áreas que vão bombar em 2013”, que entrevistou especialistas de duas instituições de ensino – Faculdade de Tecnologia Fiap, sob o nome do coordenador de cursos tecnológicos, Leandro Rubim Freitas, e da  BandTec, com o porta voz Maurício Pimentel – e da empresa de recursos humanos especializada em TI Desix, com o sócio André Assef.

De acordo com os especialistas, o movimento é de a área de TI não somente servir os demais departamentos, mas ser um “agente infiltrado” em cada departamento. Se a previsão é de que a internet tenha, em um breve futuro, a importância conquistada em nosso dia a dia como hoje tem a eletricidade, a separação das áreas será cada vez mais sutil.

Veja, abaixo, as profissões que tendem a compor as equipes envolvidas em tecnologia:

  • Comunicação: comunicar-se com o público interno e externo via intranet, redes sociais corporativas ou redes sociais para atender aos clientes já se consolidou como um papel desempenhado por profissionais de comunicação, como marketing e jornalismo
  • Ciências sociais: pensar redes sociais fica complexo demais sem a ajuda de profissionais com extenso conhecimento nas relações humanas
  • Saúde: desenvolvedores de software com alguma formação em saúde são essenciais para a produção de programas que atendam bem a essa área que tem iniciado processos de altos investimentos em TI.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: