Câmara aprova 2 projetos que inserem crime cibernético no Código Penal.

Textos liberados pelos deputados são “Lei Azeredo” e “Lei Carolina Dieckmann”. Blogueiro do IT Web comenta os impactos

62572

A Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira (07/11) projetos de lei que inserem crimes cibernéticos no código penal. Foram dois textos:  PL 84/99 e PL 2793/11, que ficaram conhecidos, respectivamente, por “Lei Azeredo” e “Lei Carolina Dieckmann”.

Coriolano Camargo,  presidente da Comissão dos Crimes de Alta Tecnologia da OAB/SP, explicou os impactos de cada um dos textos.

Entenda a proposta de mudança de cada um lendo o texto : Um panorama sobre os projetos de lei de crimes digitais.

Saiba mais:

Senado faz perfumaria e Lei do Cibercrime continua sem atender cloud computing

Senado aprova lei que insere cibercrime no Código Penal

Lei do Cibercrime: texto não contempla cloud computing, diz especialista

Cibercrime dá menos dinheiro do que o esperado

Câmara aprova PL que determina crimes cibernéticos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: