De Mário Bross a Sonic: candidatos usam tecnologia para se promover

79 possíveis vereadores têm ‘lan house’ no nome; outros 61 escolheram a palavra ‘celular’

Candidatos

Daqui a pouco mais de uma semana, no dia 7 de outubro, o Brasil passará pelo primeiro turno das eleições municipais, quando a população escolherá seus novos prefeitos e vereadores. Durante o ano foram apresentados diversos tipos de campanha, vindas dos mais curiosos candidatos – e teve, claro, quem explorasse a tecnologia para angariar votos.

Em Palmares (PE), um sujeito vai às urnas usando o nome de um velho conhecido dos fãs de videogame. É o “Mário Bross”, que disputa uma cadeira pelo PSB. Aos 24 anos, ele, que na verdade se chama Mario Marinho da Silva Neto, faz campanha pregando que “agora a juventude tem vez e voz”. Longe dali, em Embu (SP), o PHS colocou Marcelo Nunes da Silva, de 32 anos, na briga por um lugar na Câmara Municipal sob pseudônimo de “Sonic”.

Quando se trata de abusar do universo geek, esses dois não estão sozinhos. Há 18 candidatos neste ano com o termo “internet” no apelido. Tem o “Mane da Internet”, em Echaporã (PDT-SP), a “Magaly – Internet Gratuita”, de Vinhedo (PR-SP), o “Bola da Internet”, de Cocalzinho de Goiás (PSL-GO) etc. A mesma coisa acontece com “game”, usado pelo “Leo do Video Game”, em Nossa Senhora das Dores (PTC-SE), por “Carlinho do Video Game”, em Porto Grande (PSDC-AP), e pelo “Nenê do Game”, em Paranaguá (PSB-PR).

A cidade de Corinto, em Minas Gerais, poderia escolher pelo “Gordo do Video Game”, mas o candidato do PTC desistiu.

A legislação eleitoral permite que os disputantes usem apelidos para que o público os reconheça; se fosse diferente, São Paulo não veria nomes como Soninha e Paulinho e, em Belo Horizonte, Pepe seria Pedro Paulo de Abreu Pinheiro. Essa estratégia é mais visível quando se trata de vereador, por ser algo mais próximo da população, um cargo quase bairrista. “Nome fácil e trabalho iconográfico mais atraente funcionam como atalho”, explica o estrategista de marketing digital e político Gabriel Rossi.

Isso também ajuda a recolher votos indecisos, já que, segundo Rossi, o brasileiro não costuma escolher vereador antes das eleições. Quanto mais memorável a campanha, melhor. “Se a comunidade do candidato o conhece como ‘Mário Bross’, é melhor que ele use esse nome na urna.”

Dois termos relacionados a tecnologia estão bem populares em 2012: “celular” e “lan house”. O primeiro é usado por nada menos que 61 candidatos, enquanto o segundo está no nome de 79. Outras ligações com o tema podem ser facilmente identificadas, vai desde o “Adilson Eletrônico”, em Laranjeiras do Sul (PPS-PR), passando pelo “Jorge do Computador”, em Maricá (PMDB-RJ), e pela “Claudia Telemarketing”, em São Golçalo (PT-RJ). E nem é preciso ter propostas que combinem com a alcunha.

“Depende muito do eleitor que você quer atingir, depende do que você defende”, comenta Rossi. “Para vereador há duas opções: um candidato de segmento (como tecnologia), ou um que usa algo regional.” O especialista afirma que o apelo emocional é sempre mais eficaz que o racional, portanto seria mais inteligente ter um nome como “João que vai construir a creche” do que um como “João do Facebook”. “É um erro dos candidatos usar a racionalidade”, diz.

Seja qual for a graça de quem briga por uma vaga no funcionalismo público, uma coisa é certa, segundo Rossi: tecnologia já não é mais questão de escolha, todos os candidatos precisam usá-la de alguma maneira. “Infelizmente, a campanha deste ano ficou muito horizontalizada, os candidatos ainda não sabem debater, não sabem falar com a classe C. Mas a tecnologia já é tão presente quanto o ar, então os candidatos não podem mais ignorá-la.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: