Desenvolvedor do Opera fala sobre o futuro do HTML 5

Em entrevista para o Olhar Digital, Mike Taylor diz que as possibilidades de uso da linguagem são intermináveis, basta ter criatividade

OPERA

.
O HTML 5 é a nova versão da linguagem de programação usada hoje para desenvolver sites. Mas, para quem não sabe, o Opera foi o primeiro a adotar essa tecnologia em seus navegadores. Em 2003, Mike Taylor, desenvolvedor do browser, se apaixonou pelas possibilidades da linguagem e, desde então, vem trabalhando em cima disso. Ele é expert no assunto e prevê um futuro promissor para o código. Em um bate-papo rápido com o Olhar Digital, o desenvolvedor falou sobre as possibilidade da plataforma e ainda adiantou algumas novidades da próxima versão do Opera.

Olhar Digital – O Opera foi o primeiro navegador a usar o HTML5. Como vocês previram que esta linguagem se tornaria padrão?

Mike Taylor – Quando o HTML 5 estava sendo desenvolvido pela W3C [em janeiro de 2008], o pessoal do Opera teve a ideia de fazer nossa própria versão da linguagem. Pensamos em facilitar a nossa vida, porque era muito mais fácil e legal de desenvolver com ele e, também, oferecer uma melhor experiência para os usuários. Assim como no começo do próprio HTML [criado por Tim Berners-Lee na década de 1990] tivemos uma lance mais experimental que deu certo. Algum tempo depois, a Mozilla, Apple e, mais tarde, o Google se uniram a nós, incentivando a adoção.

Olhar Digital – Quais são as possibilidades do HTML 5?

Mike Taylor – São muitas, mas o grande sonho é a construção de aplicações nativas. Uma das coisas que as pessoas estão mais empolgadas é em relação ao Web RTC [Real Time Communication, ou, “Comunicação em Tempo Real”]. Temos muitas pessoas inteligentes trabalhando em APIs para que seu browser se comporte como se fosse um telefone IP. Imagine se conectar com uma pessoa pelo navegador, sem precisar de plugins ou softwares proprietários, como se fosse o Skype? Ou ainda criar games que possam ser jogados diretamente do navegador? As possibilidades são intermináveis, especialmente nos smartphones. Com o HTML 5 vai ficar muito mais fácil navegar em telas menores, porque ele será inteligente o suficiente para entender que você está em um dispositivo pequeno e, portanto, as fotos não precisam ser exibidas tão grandes e pesadas. As pessoas gastariam menos dinheiro e tempo com a navegação. Enfim, eu acho que as possibilidades do HTML 5 dependem apenas da imaginação das pessoas.

Olhar Digital – Então, o HTML 5 não será substituído em breve?

Mike Taylor – Com certeza não. Acredito que em algum ponto, daqui cerca de seis anos, alguém vai perceber que será preciso definir o HTML 6. Mas, provavelmente, vai demorar alguns anos. Ainda temos muito o que explorá-lo.

Olhar Digital – E as novidades para a nova versão do Opera?

Mike Taylor – Como disse, temos trabalhado muito com RTC e outras coisas nativas como um photobooth, onde as pessoas podem tirar fotos direto do navegador, colocar filtros e enviar por email. Também anunciamos a nossa Opera TV Store, uma plataforma unificada para televisões inteligentes. Ela é bem diferente de outros modelos, pois é uma interface entre a TV e a navegação do usuário. Eles podem navegar, comprar e rodar aplicativos que usam tecnologias web como o HTML 5, Canvas, SVG e etc neste espaço. O legal é que também dá para ser usado em set-top box ou Blu-ray, por exemplo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: