Três cargos em alta na área de tecnologia no Brasil

Gerente da Hays destaca que jovens profissionais especializados em SAP recebem salários de até R$ 20 mil

carreira TI

Tatiana Americano

Enquanto um número cada vez maior de pessoas e de empresas tem acesso à tecnologia – graças à disseminação de smartphones, tablets e notebooks –, por outro lado, aumenta a necessidade de profissionais que ofereçam a estrutura e os sistemas necessários para suprir essa demanda. Como consequência, surgem novas oportunidades de trabalho para quem já atua na área ou para as pessoas que querem iniciar no setor. E, o melhor, algumas delas oferecem uma remuneração bastante alta, até para profissionais iniciantes.

A seguir, acompanhe três áreas que podem ser uma excelente alternativa para quem quer começar na área de TI:

Analista de negócios – “Esse perfil de profissional está em falta no mercado”, destaca Henrique Gamba, gerente da consultoria em recrutamento de executivos da Hays no Brasil, especializado na área de TI.

Ele explica que a principal função desse cargo é realizar a ponte entre o departamento de TI e as áreas de negócio da companhia. “Por conta disso, não precisa ser alguém extremamente técnico”, pontua Gamba, que acrescenta: “Mas é importante entender dos processos de negócio – como vendas e finanças, por exemplo – e ter facilidade de relacionamento.”

Quanto à formação exigida, o especialista destaca que as empresas tendem a preferir profissionais com gradução em TI ou em áreas correlatas, como administração com ênfase em sistemas. Mas valorizam também conhecimentos específicos de negócio.

Especialista em SAP – Gamba destaca que a falta de analistas e consultores no sistema de gestão empresarial (ERP) faz com que a remuneração desse perfil de profissional esteja extremamente valorizado hoje no Brasil. “O salário para alguém com 25 a 27 anos pode chegar a R$ 20 mil por mês”, pontua o gerente da Hays.

Mas para quem quer buscar um espaço na área, o caminho não é tão fácil. Isso porque, para se tornar um especialista em SAP, o profissional precisa fazer um curso específico, chamado de academia, que tem um custo bastante alto, de aproximadamente R$ 30 mil. “A falta de profissionais é tão grande, que algumas empresas até subsidiam esse valor”, avisa Gamba.

A própria SAP está oferecendo cursos de formação gratuita para profissionais desempregados ou com baixa renda.

Analista de infraestrutura – O especialista da Hays aponta que hoje existe uma grande demanda por pessoas com conhecimentos específicos nessa área. “Um exemplo é Unix. Achar quem entenda da tecnologia e saiba falar inglês é uma verdadeira ‘mosca branca’ no mercado”, informa.

E, apesar de ser uma carreira técnica, Gamba aponta que não existem certificações famosas para profissionais do setor. “O caminho é buscar um curso específico de Unix”, pontua.

Mas antes de se empolgar com as oportunidades de trabalho que se abrem na área de TI, o gerente da Hays lembra que, apesar dos salários valorizados para muitos cargos, trata-se de um mercado que exige muita dedicação e tempo dos profissionais. O que pode não compensar a remuneração atraente. Além disso, ele ressalta que a fluência na língua inglesa deixou de ser um diferencial para ser uma exigência para a maior parte das organizações que contratam profissionais na área de tecnologia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: